Anel possibilita que cegos leiam livros comuns que não têm Braille

O avanço tecnológico tem se mostrado muito eficaz no que se refere a salvar e melhorar a qualidade de vida de pessoas mundo a fora. Conheçam um produto, que ainda está em fase de protótipo, desenvolvido por pesquisadores do MIT (Instituto de Tecnologia de Masschussets): trata-se de um anel que ajuda deficientes visuais a ler livros comuns (aqueles que não têm braile).

Chamado de FingerReader (algo como: dedo leitor), basta apontá-lo para um livro ou leitor de e-book, como o Kindle, que o anel scanneia todo o espaço ao redor e o lê em voz alta, em tempo real e, se o usuário quiser, traduz simultaneamente o conteúdo. O produto ainda vibra quando chega ao final e começo de uma linha, e possui um algoritmo capaz de detectar se o usuário se afastou da linha base do texto, ajudando a manter um movimento de escaneamento em linha reta.

Fonte O incrível Zé, via Razões para Acreditar

Compartilhar
Psicologias do Brasil
Informações e dicas sobre Psicologia nos seus vários campos de atuação.



COMENTÁRIOS