Aprenda a reconhecer os sintomas do esgotamento nervoso

Aprender a reconhecer os sintomas do esgotamento nervoso pode ajudar a identificar precocemente transtornos psicológicos e o excesso de trabalho mental ou físico, e assim estabelecer um tratamento rapidamente evitando a depressão.

O esgotamento nervoso pode ser proporcionar períodos de stress e de irritabilidade constante que podem prejudicar todo o funcionamento do organismo, aumentando o risco de doenças, por isso, o indivíduo com estes sintomas deve consultar um psiquiatra para diagnosticar a causa e iniciar o tratamento adequado.

Aprenda a reconhecer os sintomas do esgotamento nervoso
Geralmente os primeiros sinais e sintomas do esgotamento nervoso incluem palpitações, tonturas, dor sem causa específica e sensação de falta de ar. Além dos sintomas físicos do esgotamento nervoso, também pode acontecer:

Irritabilidade;
Estresse;
Insônia;
Memória fraca;
Dificuldade de concentração;
Baixa resistência às doenças;
Palpitações cardíacas;
Ansiedade;
Suores frios.
Estes sintomas podem surgir apenas em momentos de grande estresse e ansiedade ou durar vários dias, já que esgotamento nervoso é um termo popular utilizado para generalizar problemas psicológico, como ataques de pânico ou depressão.

O tratamento para esgotamento nervoso depende da sua causa, mas normalmente quando é causado pelo excesso de estresse pode incluir remédios para acalmar, como Pasalix e um período de férias.

Já nos casos de problemas psicológicos, como a Síndrome de Hulk, podem ser também necessários remédios antidepressivos, como Prozac, e terapia com o psiquiatra.

Durante o tratamento para esgotamento nervoso o paciente pode dar preferência para alimentos ricos em triptofano, como castanha do Pará e abacate, porque eles liberam serotonina na corrente sanguínea, melhorando o bem-estar.

TEXTO ORIGINAL DE TUA SAÚDE

Compartilhar
Psicologias do Brasil
Informações e dicas sobre Psicologia nos seus vários campos de atuação.



COMENTÁRIOS