Benefícios da atividade física

Você sabia que a atividade física bem orientada é extremamente benéfica não somente para saúde FÍSICA, como também para a saúde MENTAL?

Diversos estudos associam a atividade física como coadjuvante no tratamento e na melhora de diversos transtornos mentais, como, por exemplo, a depressão.

“A atividade física é definida como qualquer movimento corporal, produzido pelos músculos esqueléticos, que resulte em gasto energético maior que os níveis de repouso” (CASPERSEN et alii,1985).

Entre os tipos de atividades físicas, podemos citar: caminhada, corrida, dança, pedalada, musculação, natação, passear com o cachorro, fazer compras a pé, subir e descer escadas, enfim, qualquer atividade que estimule o movimento. 

Em outras palavras, não são necessários níveis altos de prática física, horas intermináveis de exercícios ou dor e sofrimento. Para aproveitar as vantagens da atividade física, é suficiente aumentar o grau de integração da vida diária à atividade física.

Entre seus benefícios, estão:

  • Aumento da energia e da vitalidade;
  • Aumento da capacidade cardiovascular;
  • Redução dos riscos de osteoporose, hipertensão, diabetes, doenças de coração e obesidade;
  • Melhora do apetite;
  • Redução da irritabilidade;
  • Alivio do estresse e da ansiedade;
  • Melhora da qualidade do sono;
  • Aumento do tônus muscular;
  • Melhora da imagem corporal;
  • Aumento da auto-estima;
  • Aumento da boa disposição e humor;
  • Melhora da postura;
  • Aumento da produtividade no trabalho;
  • Maior disposição para as tarefas cotidianas;
  • Aumento da qualidade e expectativa de vida;

A atividade física também estimula a produção de endorfina e feniletilamina, substâncias químicas cerebrais relacionadas à sensação de bem-estar. Pesquisas revelam que pessoas deprimidas tratadas com antidepressivos e que praticam exercícios físicos têm menor probabilidade de recaída do que aquelas que só usam a medicação. Outro aspecto importante é que a melhora da capacidade cardiovascular diminui os riscos de problemas cardíacos, uma tendência dos deprimidos. Além disso, a melhora da aparência, da energia e da condição estética fazem aumentar a auto-estima.


É comum que o deprimido não tome a iniciativa do exercício, sendo às vezes necessário que alguém o estimule e o acompanhe. Entre os exercícios indicados, fazer caminhadas diariamente pode ser de grande ajuda nos casos de depressão. Evidências mostram que pessoas que não praticam atividades físicas definitivamente não estão ajudando sua saúde e provavelmente a estão prejudicando. Quanto mais examinamos os riscos para a saúde associados à falta de atividade física, mais convencidos ficamos que pessoas que não praticam atividade física devem começar a se exercitar.

Com tantos benefícios, não tem como não querer movimentar o corpo. Saiba que nunca é tarde para começar uma atividade física e que não existe idade para isso. O ideal é praticar atividades físicas ao menos três vezes por semana. Para conseguir melhores resultados, é importante que você procure uma atividade física que tenha a ver com o seu perfil.

 

Compartilhar
Janaina Mariuzzi
CRP 07/23879. Psicóloga Clínica, Especializanda em Psicoterapias Cognitivo-Comportamentais. Endereço: Avenida Sete de Setembro – Centro Profissional Avenida Sete, 431 – Sala 404 - Erechim/RS. Contato: (054) 96468244



COMENTÁRIOS