Sabia que aquela sensação gostosa depois de tomar uma boa xícara de café não vem apenas do sabor da bebida? Um estudo da Universidade Ruhr, na Alemanha, apontou que a cafeína pode ser responsável por enxergarmos tudo ao nosso redor de forma mais otimista, nos fazendo absorver mais as palavras positivas.

Para chegar a esta conclusão, a pesquisa fez um teste com 66 participantes. Eles tinham que dizer o mais rápido possível se determinadas sequências de letras que apareciam em uma tela formavam palavras reais. Porém, eles foram divididos em dois grupos: metade recebeu uma pílula placebo e os demais ingeriram um comprimido com cafeína, o equivalente a quase três xícaras de café.

A partir das análises os cientistas descobriram que, aqueles que ingeriram a cafeína, apresentaram 7% mais precisão em suas respostas e no reconhecimento de termos positivos e que indicavam felicidade.

“A cafeína atua no sistema nervoso central como um estimulante direto por inibir a ação da adenosina, sendo esta substância uma participante do sistema de freio do cérebro, funcionando como um discreto calmante. Ao diminuir os efeitos da adenosina, a cafeína deixa nosso cérebro em constante alerta e com mais atenção e concentração, diminuindo também a fadiga mental”, explica o nutrólogo Roberto Navarro.

Apesar do resultado, os pesquisadores destacam que ainda são necessários novos testes para compreender de fato como a cafeína influencia em nossa forma de enxergar o mundo.

Imagem de capa: Shutterstock/portumen

Compartilhar

RECOMENDAMOS




Psicologias do Brasil
Informações e dicas sobre Psicologia nos seus vários campos de atuação.

COMENTÁRIOS