Chorar em uma situação de estresse pode ser um bom sinal. Um estudo realizado no Centro Médico St. Paul-Ramsey, em Minnesota, nos Estados Unidos, constatou que as lágrimas expelem hormônios que representam o esgotamento físico ou emocional.

Substâncias como prolactina, andrenocorticotrófico, leucina e encefalina (que é um analgésico natural) são produzidas pelo corpo em situações de grande estresse e, durante o choro, as mesmas são eliminadas junto com as lágrimas.

A liberação do andrenocorticotrófico também ajuda a diminuir os níveis de cortisol, hormônio ligado ao nervosismo, a ansiedade e ao pânico. Isso faz com que cresça a sensação de bem-estar e, o melhor, evita o ganho de peso.

Isso acontece porque quando os níveis de cortisol estão altos, as glândulas supra-renais são sobrecarregadas, causando grande retenção de líquidos e acúmulo de gordura no corpo.

Imagem de capa: Shutterstock/Lopolo

TEXTO ORIGINAL DE MINHA VIDA

*O conteúdo do texto acima é de responsabilidade do autor e não necessariamente retrata a opinião da página e seus editores.


Compartilhar

RECOMENDAMOS


Psicologias do Brasil
Informações e dicas sobre Psicologia nos seus vários campos de atuação.

COMENTÁRIOS