Conhecendo a Dislexia

Dislexia é uma dificuldade de aprendizagem, que crianças em período de alfabetização apresentam, caracterizada por problemas na linguagem receptiva e expressiva, escrita ou oral. As dificuldades podem ser observadas pelo professor no momento da leitura,escrita, ditado, fala ou em matemática. Quando não diagnosticado logo cedo a dislexia pode trazer alterações comportamentais e emocionais, pois em muitos casos a criança é vista como preguiçosa, desatenta, bagunceira, etc.
Pessoas com dislexia tem dificuldade em traduzir a linguagem escrita ou lida para o pensamento ou pensamento para a linguagem escrita ou falada. É importante frisar que a dislexia não está associada a uma baixa inteligência. A dislexia acaba causando uma lacuna entre a habilidade de aprendizagem e o sucesso escolar, por isso o diagnóstico e tratamento específico são essências para o desenvolvimento da criança.
Não se trata de uma doença e sim um funcionamento diferenciado do cérebro no processamento da linguagem , simplificando, é um modo diferente de pensar. Ao ingressar na pré escola a criança, que já domina a linguagem oral, começa o processo de alfabetização, que nada mais é que traduzir para a escrita tudo aquilo que ela já sabe falar. Muitos fatores se combinam nesse processo como fatores biológicos e ambientais, a integridade motora, a sensório-perceptual e a socioemocional, e também o domínio da linguagem e a capacidade de simbolização são essenciais no processo de aprendizagem da leitura e escrita.


Aprender a ler e escrever são um marco na vida de uma criança, porém muitas apresentam dificuldades durante este processo e requer que a família e os profissionais envolvidos trabalhem por um diagnóstico e intervenção precoce.
As primeiras manifestações de crianças com dislexia são detectadas pelos professores, que por sua vez devem buscar orientação de outros profissionais, pois o diagnóstico deve ser realizado por uma equipe multidisciplinar e interdisciplinar, que incluem o fonoaudiólogo, otorrinolaringologista, neurologista, psicopedagogo e psicólogo. Uma intervenção bem sucedida depende de uma avaliação criteriosa destes profissionais.
Ao ser diagnosticado e receber os devidos tratamentos logo cedo, a criança consegue preencher suas dificuldades e prosseguir no processo de alfabetização, diminuindo assim os impactos emocionais e alterações comportamentais.
Se você ficou com alguma dúvida neste artigo ou deseja maiores informações me escreva > rafaelacoras@hotmail.com

Referências Bibliográficas
SILVA, S.S.L. Conhecendo a dislexia e a importância da equipe multidisciplinar no processo do diagnóstico, Rev. Psicopedagogia ; 26(81): 470-5, 2009

Compartilhar
Rafaela Araújo
Psicóloga Clínica com referencial teórico na análise do comportamento. Gestora de mídias no site e fanpage Comporte-se. Colabora e autora do site Espaço Psicologia e Família.



COMENTÁRIOS