Todo mundo se sente ansioso em muitas situações da vida e isso vale para coisas boas e também ruins. Uma viagem, uma reunião, uma conversa séria com alguém, uma entrevista de emprego, um primeiro encontro, a espera de algum resultado. Se trata de um sentimento humano ‘muitas vezes inevitável e completamente normal. No entanto, a questão muda completamente de figura quando ao invés de um sentimento passageiro, a ansiedade passa a dominar e atrapalhar nossa vida.

A partir daí existe um quadro clínico chamado “distúrbio de ansiedade”, que se trata de uma doença mental muito séria. Parte do problema está justamente no quão banalizadas são as vítimas deste distúrbio. Doenças mentais são encaradas com desdém e desconfiança por parte da sociedade e a ansiedade sequer é vista como um problema real, mas sim, simplesmente como ‘frescura’.

Por conta disso, uma jovem de São Paulo fez um grande desabafo em seu Facebook narrando sobre como é sua vida tendo que lidar com o distúrbio de ansiedade. Segundo ela, a intenção do post, foi mostrar que a ansiedade não deve ser romantizada e que ‘contar os minutos para o horário da aula ou trabalho acabar’ não é ser ansioso.

O post recebeu mais de 40 mil compartilhamentos, 80 mil reações e milhares de comentários. Muitos deles de pessoas que se identificaram com o relato.

* Optamos por preservar a identidade da jovem em respeito à sua privacidade, pois, por mais que ela tenha decidido publicar sua história em uma rede social, entendemos que ela tem o direito de escolher se quer ou não ter seu nome divulgado em um veículo de notícias.

Imagem de capa: Shutterstock/siam.pukkato

TEXTO ORIGINAL DE HYPENESS

*O conteúdo do texto acima é de responsabilidade do autor e não necessariamente retrata a opinião da página e seus editores.


Compartilhar

RECOMENDAMOS


Psicologias do Brasil
Informações e dicas sobre Psicologia nos seus vários campos de atuação.

COMENTÁRIOS