Diferenças entre Timidez e Fobia Social

A principal diferença entre timidez e fobia social é que a timidez se refere a quando uma pessoa se sente estranha e em desconforto em face das novas situações e pessoas. Por outro lado, a fobia social é uma condição mais grave, onde uma pessoa sente um desconforto e medo intenso em situações sociais. Assim, a linha de demarcação entre as duas condições deriva da sua gravidade.

A timidez reconhece o medo e o desconforto de uma pessoa em face a situações sociais, enquanto a fobia social reconhece mais características fisiológicas, comportamentais e cognitivas. Ela não só induz medo e desconforto, mas também pânico de ser julgada e avaliada pelos outros. Ao lidar com as pessoas, especialmente na esfera de Psicologia, ambos os termos, timidez e fobia social, são amplamente utilizados ao incorporar as pessoas a situações sociais. O objetivo deste artigo é destacar as principais diferenças e semelhanças entre timidez e fobia social.

O que é Timidez?

Timidez pode ser definida como um sentimento de apreensão ao enfrentar novas situações ou pessoas. Indivíduos que sofrem de timidez estão preocupados com “o que os outros podem pensar” deles, o que dificulta as suas interações sociais. Tais indivíduos tentam evitar situações sociais, tanto quanto possível, porque eles têm medo de se expressar pensando que estariam sujeitos a críticas e negatividade.

Timidez vem de natureza e criação. Há pessoas que nascem com esse temperamento. Nesses casos, o comportamento limítrofe de uma pessoa sobre a timidez é genético. Tais pessoas são naturalmente preocupadas e se sentem estranhas em face de situações sociais. No entanto, também pode ocorrer devido à educação e experiências passadas. Por exemplo, uma pessoa que tenha sido emocionalmente atormentada na infância devido a abuso ou conflitos familiares pode apresentar tal condição, onde vai exibir um grau elevado de medo de interações sociais que resulta da timidez.

O que é Fobia Social?

A fobia social, por outro lado, é muito mais grave do que timidez. Ela pode ser definida como uma condição de medo extremo que é experimentado por um indivíduo em interações sociais que decorre do medo de ser rejeitado ou julgado pelos outros. Uma pessoa que sofre de fobia social geralmente tem uma autoestima muito baixa e exibe uma autoconsciência extrema em quase qualquer atividade em que se envolve no dia a dia. A pessoa está constantemente incomodada sobre suas interações com os outros, especialmente com a possibilidade de ser ‘não ser boa o suficiente “. A fobia social aparece em duas formas. Eles são,

  • fobia social desenvolvida
  • fobia social crônica

A primeira forma de desenvolvimento de fobia social  é bastante natural. As crianças experimentam isso quando encontram novas situações e pessoas na vida. Conforme a criança cresce, ela desenvolve a capacidade de se adaptar ao mundo em expansão que permite que a criança lide bem com essa condição. No entanto, se a condição emerge na vida adulta de novo, pode ser considerada como ansiedade social crônica. As pessoas que vivenciam isso de forma intensa são diagnosticadas com transtorno de ansiedade social. Tais pessoas exibem não apenas um medo intenso de situações sociais, mas também tentar evitar a situação.

Há certas situações que funcionam como gatilhos para o transtorno de fobia social. Falar em público, performances de palco, ser criticado, ter o centro das atenções, comer em lugares públicos, ir em encontros e fazer provas são algumas das situações em que esta condição pode ser identificada. Quando uma pessoa com fobia  social encontra uma situação que a torna preocupada e nervosa, a pessoa pode começar a ficar vermelha, sentir náuseas, tonturas, tremer, suar e até mesmo sofrer com falta de ar. Assim fica claro que a fobia social é muito mais profunda do que a timidez.

Qual é a diferença entre Timidez e Fobia Social?

Em uma comparação entre timidez e fobia social, uma semelhança entre as duas é o medo associado a enfrentar situações sociais. No entanto, esse fator também funciona como a principal diferença entre as duas condições.

• Timidez pode ser considerada como uma forma mais branda de medo de situações sociais que é um resultado do temperamento de uma pessoa, do ambiente exposto e experiência.

• A fobia social refere-se a uma forma mais intensa de medo que pode interromper claramente as atividades diárias e inibe a qualidade de vida de uma pessoa.

Fonte indicada: Psicoativo

Compartilhar
Psicologias do Brasil
Informações e dicas sobre Psicologia nos seus vários campos de atuação.



COMENTÁRIOS