Você sabe que aquele problema ao qual você mais resiste acaba se somatizando em seu corpo? O corpo grita quando a boca cala, quando a sua mente se fecha para não olhar nos olhos do que você mais teme.

Quanto mais você continuar ignorando a situação, mais o corpo mostrará outros tipos de sinais que indicam que há algo em seu interior que é preciso curar.

A dor mudará, mas sua origem será a mesma

Ana (personagem fictícia) é uma mulher que, desde que começou sua primeira relação amorosa, sempre emendou uma com a outra, para evitar estar sozinha. A partir de seu terceiro relacionamento ela começou a manifestar sintomas de ansiedade. Estes começaram com um nó na garganta, mas depois ela começou a ter problemas de eczemas e até de dermatite.

Estes problemas surgiram de repente e sem uma causa clara que Ana pudesse identificar. Ela pensava que talvez fossem coisas de herança familiar ou que o estresse no trabalho pudesse causar este tipo de consequências.

No entanto, não era nada disso que provocava os sintomas.

O fato de que eles mudavam confundia Ana, e até que ela se encontrou em uma relação que realmente a levava a estar sozinha, não começou a aprofundar no conhecimento de si mesma. Foi neste momento que ela se deu conta de que seu corpo estava manifestando o problema de dependência emocional que ela tinha e parecia não ver.

Quando se sente uma dor constante, medo de perder e se vive com sofrimento, nosso corpo nos alertará para mudarmos nossa forma de proceder.

Cada parte do corpo terá muito a dizer

Dependendo do lugar em que se somatize a dor, este estará nos alertando de uma coisa ou outra. O importante é saber que a resposta para esta dor está no seu interior. Basta escutar o seu corpo, observar sua vida e tirar as conclusões pertinentes.

No entanto, se você se encontra muito perdido e quer um pequeno guia, aqui deixamos algumas manifestações no corpo que podem refletir o problema que você tem:

  • Incômodos na garganta: há coisas que você tem que dizer, mas que está reprimindo.
  • Gripe: existe algo na sua vida de que você não gosta, e assim você libera o cansaço diante deste problema.
  • Dor nos tornozelos: representa as resistências que você tem em sua vida.
  • Incômodos estomacais: dificuldade para conviver e digerir as situações.
  • Problemas nas costas: falta de apoio ou carregar coisas que não lhe correspondem.
  • Dor nas coxas: você se preocupa com o que os demais esperam de você.
  • Dores de cabeça ou enxaquecas: aparecem quando as dúvidas inundam a sua mente.
  • Pressão arterial alta: o medo está te afetando

Estes são alguns exemplos do que as diferentes somatizações em nosso corpo podem estar querendo nos dizer.

Cuide da sua mente

A mente é poderosa e costumamos descuidar dela com frequência. Como vimos, isso pode ter graves consequências para a nossa saúde. Uma gripe pode ser somente isso, mas também pode estar nos comunicando sobre algo que acontece em nosso interior e que precisamos curar.

É na mente que se formam as piores tempestades, onde os pensamentos ruminantes fazem seu melhor trabalho: provocar ansiedade, desconectar-nos do presente e nos fazer sofrer muito. Se cuidarmos de nossa mente e a mantivermos saudável, nosso corpo deixará de somatizar tudo aquilo que não somos capazes de soltar e superar. Tendemos a prestar atenção demais em nosso corpo e, no entanto, somos bastante reticentes a buscar ajuda quando não somos capazes de acalmar nossa mente.

Somente assim deixaremos de somatizar problemas causados por pensamentos e preocupações que não nos deixam tranquilos.

Às vezes não temos as ferramentas necessárias para colocar em ordem esta bagunça de pensamentos e crenças que nos causam tantas dificuldades em diversos âmbitos da vida.

É o momento de não sacrificar o nosso bem-estar e de pedir ajuda se for necessário. Ter uma mente saudável é muito importante para ser feliz.

Imagem de capa: Shutterstock/TB studio

TEXTO ORIGINAL DE MELHOR COM SAÚDE

Compartilhar

RECOMENDAMOS


Psicologias do Brasil
Informações e dicas sobre Psicologia nos seus vários campos de atuação.

COMENTÁRIOS