Assim como acontece com os adultos, as crianças precisam ter hábitos saudáveis, como o de dormir bem o suficiente para repor as energias.

Não dormir bem na idade pré-escolar pode originar diferentes problemas de comportamento futuros, além de outras consequências muito pouco saudáveis.

Estes pequenos, se não dormem o suficiente, são mais vulneráveis a ter dificuldades para processar informação de forma adequada, controlar suas emoções à medida que vão crescendo, e inclusive apresentar déficit de atenção.

Estas conclusões foram obtidas a partir de diferentes estudos realizados no Hospital Geral de Crianças de Massachussets (Estados Unidos) por um grupo de cientistas.

Os resultados foram publicados recentemente pela revista científica Academic Pedriatics. 

Quanto tempo de sono é o recomendado para uma criança dormir bem?

Os pequenos da casa, que têm entre 3 e 5 anos de idade, devem dormir por um período de tempo aproximado de 10 a 13 horas, incluindo as sonecas.

Isso é derivado de um informativo elaborado pela Associação Americana de Medicina do Sono (AAMS, na sigla em inglês).

As sonecas e sua influência no sono das crianças

As crianças em idade pré-escolar têm muita atividade, são muito dinâmicas. Por isso, precisam tirar uma soneca de aproximadamente uma hora de duração diariamente.

Mesmo que não cheguem a dormir, este momento da soneca pode ser utilizado para brincar em silêncio, se tranquilizar de suas tarefas durante a manhã, etc.

Conselhos para as crianças ao ir para a cama

É bom estabelecer horários para ir para a cama. Uma vez fixada a hora, avise aos pequenos quando faltar meia hora, para que eles se preparem. Relembre aos 10 minutos, para que saibam que é o momento de deitar.

  • Não se deve dar muita comida ou coisas para beber durante a noite, nos momentos prévios à ida para a cama.
  • A cama somente tem que ser utilizada, no caso das crianças, para dormir. Temos que acostumá-las a não brincar nem ver televisão na cama. Ela foi feita para relaxar e dormir.
  • Permitir que seu filho coloque seu pijama favorito e escolha o bicho de pelúcia com o qual dormirá pode ajudar, principalmente nos momentos em que menos tenha vontade de ir dormir.
  • Podemos preparar o ambiente de seu quarto, colocar música suave, evitar aparelhos eletrônicos ou videogames, reduzir as luzes, utilizar uma voz calma, etc.

Os benefícios de dormir bem nas crianças

Descansar o tempo necessário e dormir bem é fundamental para a saúde física e mental das crianças, principalmente na idade escolar. Enquanto as crianças dormem, seu cérebro e todo o seu corpo descansam, e no dia seguinte terão mais energia, estarão mais frescos e mais ativos.

As crianças que dormem mais têm melhores níveis de alerta e de reflexos, regulam melhor suas emoções e rendem mais na escola.

Além disso, são menos irritáveis e têm menos sonolência durante o dia.

Os problemas da vida digital

Entre os motivos principais das crianças que não dormem bem e nem descansam de forma suficiente está o de que, muitas vezes, não existe um horário fixo para ir para a cama.

  • Existem muitas telas (televisão, celulares, computador, etc.) que são uma fonte de distração importante. Em alguns casos, as crianças têm estes dispositivos em seu quarto.
  • Assim, dedicam horas de sono para ver um programa de televisão, jogar videogames ou se comunicar com amigos nas redes sociais.

Mesmo que dormir mal possa originar graves consequências nas crianças, este problema pode ter uma simples solução.

Basta realizar pequenas mudanças na vida diária. Os menores podem somar meia hora de sono ou mais, uma quantidade suficiente para ter um impacto significativo.

Transtorno de atenção

Um déficit de sono pode ter consequências que ultrapassam o que seria um baixo rendimento na escola ou problemas de comportamento.

Os pequenos podem desenvolver o que se denomina transtorno por déficit de atenção com hiperatividade (TDAH), que lhes faz estar muito acelerados ou com um ritmo descomedido durante o dia.

Os especialistas neste tema asseguram que este tipo de alteração do sono tem solução, e com isso podem ser melhorados os problemas de comportamento associados ao mesmo.

Imagem de capa: Shutterstock/shapovalphoto

TEXTO ORIGINAL DE MELHOR COM SAÚDE

*O conteúdo do texto acima é de responsabilidade do autor e não necessariamente retrata a opinião da página e seus editores.


Compartilhar

RECOMENDAMOS


Psicologias do Brasil
Informações e dicas sobre Psicologia nos seus vários campos de atuação.

COMENTÁRIOS