Por Riquele J Gessner

Profissionais de diversas áreas utilizam medidas específicas para auxiliar no seu trabalho e cada um deles tem seu próprio conjunto de instrumentos. Por exemplo, o marceneiro pode utilizar esquadro, fita métrica e nível para avaliar um espaço para fazer um móvel; o médico pode utilizar o termômetro para avaliar a febre de uma pessoa.

Pois bem, o psicólogo também pode utilizar um conjunto de medidas criteriosas desenvolvidas especialmente para auxiliá-lo na avaliação psicológica. Tal conjunto de medidas pode incluir entrevistas, testes psicológicos, questionários, observação do comportamento e análise de documentos. A avaliação psicológica é uma das atribuições do psicólogo, portanto, todos os profissionais da Psicologia sempre a realizam, em qualquer campo de atuação.

Trata-se de um processo científico de coleta, análise e integração de informações para a compreensão de uma pessoa, grupo ou situação. A avaliação psicológica pode responder a um encaminhamento feito por terceiro ou a busca espontânea por aquele que procura por este serviço, e serve para resolver um problema ou tomar uma decisão.

E como a avaliação psicológica é feita? Cada situação será estudada pelo psicólogo que fará a avaliação psicológica, pois se deve considerar os objetivos e as circunstâncias envolvidas. Ela pode ser feita tanto individualmente como em grupo, e é um processo de interação entre o psicólogo e a(s) pessoa(s).

O psicólogo utiliza instrumentos, técnicas e testes reconhecidos e aprovados pelo Conselho Federal de Psicologia. No final da avaliação, o resultado é transmitido para quem solicitou e para a pessoa avaliada, incluindo seus potenciais, dificuldades e sugestões que podem ajudar a pessoa a cuidar das questões que foram foco da avaliação.

O site do Conselho Federal de Psicologia disponibiliza informações para quem deseja conhecer melhor sobre a Psicologia e sobre o exercício profissional do psicólogo.

Imagem de capa:Shutterstock/VGstockstudio

*O conteúdo do texto acima é de responsabilidade do autor e não necessariamente retrata a opinião da página e seus editores.


Compartilhar

RECOMENDAMOS


Psicologias do Brasil
Informações e dicas sobre Psicologia nos seus vários campos de atuação.

COMENTÁRIOS