Qual é a principal causa das relações tóxicas? Quando falamos neste tipo de relação, a primeira coisa em que costumamos pensar é uma má gestão emocional do casal, mas na verdade esse tipo de relacionamento ocorre em qualquer âmbito social, como, por exemplo, em uma relação de amizade ou de família. São relações prejudicadas pela insegurança, que seduzem e viciam e nas quais as pessoas ficam presas em uma rede tóxica e negativa da qual é muito difícil escapar.

Assim, mesmo quando pensamos o contrário, as pessoas tóxicas se caracterizam por apresentar uma baixa autoestima que faz com que se relacionem de maneira instável. Elas são especialistas em mascarar sua insegurança através da manipulação, da enganação e da culpa. Ao não se considerarem suficientemente boas para elas mesmas e serem incapazes de tolerar a sensação de incerteza, elas buscam nos outros uma maneira de se sentirem mais seguras.

Além disso, a relação com uma pessoa tóxica pode promover estados de paranoia e isolamento social ou, alternativamente, incentivar condutas compensatórias, como a arrogância, o narcisismo ou a agressividade. Por isso, não podemos nos enganar se um mal-estar surgir em qualquer uma dessas relações.

A insegurança é a principal causa das relações tóxicas e um dos maiores germes que desgasta emocionalmente as pessoas que as sentem.

 

A insegurança e o ciúme: a principal causa das relações tóxicas

O ciúmes, no seu lado mais extremo, é uma maneira doentia de se relacionar. Sentir ciúmes, quando não há fundamento, significa não acreditar ser merecedor de estar com a outra pessoa ou não ser suficientemente boa para ela. Assim, sua presença indica insegurança e falta de amor próprio, por isso é conveniente se proteger sempre que ele aparecer. Além disso, o ciúmes aumenta com a imaturidade e a baixa autoestima.

As pessoas ciumentas e desconfiadas estão presas em círculos de pensamentos e sentimentos negativos que as fazem acreditar veementemente que estão corretas. Desse modo, ficam submersas na fraqueza e no narcisismo, uma mistura explosiva que as transforma em pessoas muito impositivas.

Apesar da armadura de uma personalidade forte que mostram quando estão com ciúmes, no seu interior essas pessoas guardam um grande vazio provocado pela insegurança e pelo medo. Isso faz com que constantemente transmitam à pessoa com quem estão juntos o quanto a amam e, inclusive, coloquem em prática estratégias de persuasão e manipulação para controlar a outra pessoa e garantir a permanência dela na relação. Mas lamentavelmente, devido ao sentimento de inferioridade que as invade, é muito comum que a segurança que o parceiro ou a parceira proporcionam não seja suficiente.

O dano que a insegurança provoca em uma pessoa é tão grande que chega a mudar sua personalidade.

A pessoa insegura tenta fazer a outra pessoa se sentir insegura também

É preciso ter muito cuidado com a forma como nos relacionamos com pessoas inseguras, seja em uma relação amorosa, de amizade ou familiar. Quando alguém começa a questionar seus próprios atos é fundamental se perguntar por quem estamos rodeados e por que temos esses sentimentos em relação a essa pessoa.

Se a sensação de insegurança aparece, quando nunca esteve presente antes, é possível que a pessoa insegura esteja projetando suas inseguranças nos outros para conseguir se sentir mais confiante. Essas pessoas podem ser verdadeiras especialistas em plantar a semente da insegurança nos outros como uma forma de controle. Para isso utilizam a chamada tríade obscura: a manipulação, a enganação e a culpa.

O controle excessivo que as pessoas inseguras têm sobre seu companheiro ou sua companheira, seus amigos e sua família leva a uma responsabilidade exagerada em relação a tudo que acontece com essas pessoas. Isso faz com que estejam sempre alertas para suspeitar de qualquer detalhe ou circunstância.

Assim, o perigo da insegurança que está presente nas relações consiste no fato de que, às vezes, a única maneira que as pessoas inseguras encontram para enfrentar a incerteza em relação a suas capacidades e seu bem-estar é fazer as outras pessoas infelizes.

Imagem de capa: Shutterstock/Kanjanee Chaisin

TEXTO ORIGINAL DE A MENTE É MARAVILHOSA

*O conteúdo do texto acima é de responsabilidade do autor e não necessariamente retrata a opinião da página e seus editores.


Compartilhar

RECOMENDAMOS


Psicologias do Brasil

Informações e dicas sobre Psicologia nos seus vários campos de atuação.


COMENTÁRIOS