Livro promete fazer criança dormir em questão de minutos

Parece mais um livro infantil comum, entre outros tantos para ler na cama, com os filhos. O personagem principal é Roger, um coelho que quer dormir, mas não consegue. Seus pais então o ajudam e encontram, pelo caminho, personagens como o “Tio Bocejo” e a “Coruja dos Olhos Pesados”. Além dos nomes, que têm a ver com o universo do sono, o autor Carl-Johan Forssén Ehrlin recomenda que os pais leiam certas palavras de maneira mais lenta, que dêem ênfase a algumas palavras e até bocejem em certos pontos. E, pelo menos de acordo com as avaliações de alguns pais, a ideia funciona! “A hora de colocar as crianças na cama passou de 2 ou 3 horas para 12 minutos. Conseguimos chegar só até o meio da página 2”, comentou uma mãe, em um site de vendas online.

 

A história de Roger, o coelho que queria dormir, promete ajudar os pais na hora de fazer os pequenos pegarem no sono (Foto: Reprodução)
A história de Roger, o coelho que queria dormir, promete ajuda aos pais na hora de fazer os pequenos pegarem no sono

 

Forssén Ehrlin, um psicólogo comportamental e linguista suíço, descreve o processo como algo equivalente a balançar um bebê até que ele durma. “Esse é um tipo inovador de história para a hora de ir para a cama, que usa técnicas psicológicas sofisticadas. Elas foram criadas de maneira a ajudar a criança a relaxar, a pegar no sono mais rápido e dormir mais tranquilamente todas as noites. O conto sugestiona o sono ao inconsciente da criança. O coelho que quer dormir funciona perfeitamente tanto para sonecas, durante o dia, quanto para dormir à noite”, explica o especialista, em uma das páginas.

O livro já foi traduzido para sete línguas diferentes, mas ainda não está disponível em português. O autor promete um próximo livro para ajudar os pais na hora do desfralde.

Será que funciona?

TEXTO ORIGINAL DE REVISTAR CRESCER

Compartilhar
Psicologias do Brasil
Informações e dicas sobre Psicologia nos seus vários campos de atuação.



COMENTÁRIOS