Um pequeno desabafo postado no facebook por Victória Fialho alerta sobre como é prejudicial banalizar doenças mentais.

“não, tu não tem transtorno de ansiedade.
porque essa ansiedade não é está preocupada(o) com a prova do dia seguinte e muito menos está nervosa(o) por andar de montanha russa.
essa ansiedade é vomitar porque tu vai sair num encontro com os amigos, é tremer o corpo e o coração acelerar porque entrou em uma discussão qualquer.
essa ansiedade é ter medo de falar com alguém no telefone, mesmo se for conhecido.
é achar que todo mundo está falando mal de você e ter sua cabeça a mil por hora.
tu se sente em último lugar sempre, porque essa ansiedade te sabota em todos os níveis e te faz se sentir o pior ser humano.
seu corpo não descansa e seus pensamentos não adormecem jamais.
tu vive em um inferno de “e se” o tempo todo.
não, tu não é ansiosa(o) porque leu na internet algum artigo e achou realmente que tinha, mas não tem.
ninguém quer ter.
não romantize doenças, não as banalize, porque tu não sabe como é.”

Imagem de capa: Shutterstock/Photographee.eu

*O conteúdo do texto acima é de responsabilidade do autor e não necessariamente retrata a opinião da página e seus editores.


Compartilhar

RECOMENDAMOS


Psicologias do Brasil

Informações e dicas sobre Psicologia nos seus vários campos de atuação.


COMENTÁRIOS