Ao ler um artigo essa semana, deparei-me com uma frase muito intrigante que dizia: ‘Aceita que dói menos!’ Parei por alguns instantes e fiquei pensando com meus botões: O que eu devo aceitar para não sofrer tanto? Porque cá pra nós, que ninguém está livre do sofrimento todo mundo sabe, mas ficar anos e anos no sofrimento ninguém merece. Ninguém veio a este mundo pra viver num inferno. Todos nós temos momentos difíceis, mas não devemos nos prender a eles e é justamente nessa hora que entra o ACEITAR!

De acordo com o dicionário, a palavra aceitar tem como significado: Estar de acordo ou conformar-se com. Como é difícil nos conformarmos com algo que não deu certo, não é mesmo? Como aceitar a morte de um ente querido, uma doença que aparentemente não parece ter cura, passar anos em sessões de quimioterapia, como se conformar com a traição de um cônjuge, um relacionamento desfeito? Não dá pra enumerar quantos problemas e sofrimentos, quantas dores e feridas estão ainda abertas dentro de cada um. Só quem passa sabe.

Depois de muitos anos pude perceber que ficar remoendo o que passou, questionar a Deus o porquê disso e o porquê daquilo, não vai resolver nada.

Não vai melhorar, não vai aliviar a dor

Pelo o contrário, quando nos recusamos a aceitar situações inevitáveis, quando relutamos em levantar daquela bela rasteira que a vida nos deu e nos deixou com a cara no chão, nos fechamos na escuridão, nos alimentamos das amarguras, respiramos a revolta e vivemos acompanhados pela tristeza e solidão.

Você quer viver os dias da sua vida assim? Acredito que não! Então aceita que dói menos! Não vou dizer pra você esquecer o que aconteceu porque sei que isso é impossível! Mas você pode escolher superar e recomeçar. Não se abandone num mar de lama, não se afogue nas mágoas, não fique lembrando o que fulano fez ou deixou de fazer por você. Foque na sua vida! Cada dia que temos é uma oportunidade de recomeçar, tentar algo novo e superar! Aceite as situações da sua vida, viva um dia de cada vez e prossiga!

“Não importa o que fizeram com você. O que importa é o que você faz com aquilo que fizeram com você.”
– Jean-Paul Sartre –

Imagem de capa: Shutterstock/Augustino

TEXTO ORIGINAL DE A MENTE É MARAVILHOSA

Compartilhar

RECOMENDAMOS


Psicologias do Brasil
Informações e dicas sobre Psicologia nos seus vários campos de atuação.

COMENTÁRIOS