O que eu faço com o meu ciúme?

Se você tem dúvidas e quer saber se é ciumento (a) , antes de ler o texto a seguir, tire suas dúvidas aqui >>Você é ciumenta (o)? Ok . Sou ciumento (a) dona psicóloga e agora? As orientações que irei passar aqui não substituem um processo psicoterapêutico, mas podem amenizar os ânimos. Vamos pensar juntos, o que mantém um relacionamento? Em outras palavras porque vocês estão juntos? É sério, pare e pense. Pensou?
Eu poderia apostar que em sua lista se encontram uma série de comportamentos que o outro faz que fazem você suspirar só de lembrar . Seu parceiro (a) faz coisas que faz você querer estar com ele. Assim como os seus amigos, as pessoas com as quais você mantém contato.

Nos cercamos de pessoas que nos agradam, que fazem coisas boas, legais , tão legais que quando passamos um tempo sem ver essas pessoas sentimos falta delas e vamos procura-las , porque queremos nos sentir daquele jeito de novo na presença delas . O que cada um desperta em nós é único, e pode ser bom ou ruim. Quando é bom faz a gente querer a pessoa sempre perto, quando é ruim, claro, nos afasta.
Resumo “clichê”:


“O que mantém o gado no pasto é a grama. Não a cerca” Não sei quem disse isso, mas acertou em cheio. Seja a grama. Seu parceiro (a) precisa estar com você por tudo que você faz ele sentir de gostoso, por tudo de bom que ele ganha ao estar com você. Fazer cenas e joguinhos não afastará o “risco” de perde-lo (a), apenas poderá tornar sua presença irritantemente insuportável , e ele(a) vai querer fugir de você.
Claro que seu comportamento ciumento pode ter inúmeras causas ,baixa auto-estima por exemplo ou pode estar sim ligado à história do relacionamento de vocês ou pode ter a causa em situações em que você aprendeu a morder se alguém tenta pegar o que é seu.
Esse texto é uma tentativa de fazê-lo (a) identificar seus comportamentos ciumentos, e fazer você perceber onde tais comportamentos estão te levando.

Ou melhor o que o ciúme tem causado no seu relacionamento. Pense bem, ninguém é de ninguém ( isso deve ser até letra de música ) e se você quer bem à alguém, dê motivos pra que ele fique. Espero ter contribuído de alguma forma para o sucesso do seu relacionamento.
Me escreva e me conte mais >> rafaelacoras@hotmail.com

Compartilhar
Rafaela Araújo
Psicóloga Clínica com referencial teórico na análise do comportamento. Gestora de mídias no site e fanpage Comporte-se. Colabora e autora do site Espaço Psicologia e Família.



COMENTÁRIOS