O seu psicológico te ajuda ou te atrapalha na academia?

Por Ricardo Wesley

Tudo está perfeito: seu treino está bem planejado, sua rotina bem estabelecida, sua nutrição e até seu descanso estão excelentes. Mas dentro da sua mente algumas dúvidas começam a brotar. E é nesse momento que você começa a observar o seu plano perfeito ruir.

É importante estar bem equilibrado psicologicamente para não deixar alguma possível paranoia atrapalhar os resultados conquistados na academia. Não podemos deixar que a sede pela perfeição estética distorça a nossa noção de realidade, a nossa capacidade de equilibrar as diversas possibilidades dentro do treino.

Será que é preciso aumentar a intensidade nesse momento? E as repetições? Já dei um boost na alimentação, mas será que não é pouco? Se não refletirmos sobre essas questões que aparecem com frequência em nossas mentes é possível que sejamos pegos despreparados pela sede de resultados.

Então dê uma olhada nessa lista abaixo e veja se se identifica com algum ponto. Se sim, repense-o e não deixe o psicológico prejudicar seus treinos.

O treino nunca está bom o suficiente

No seu planejamento, cuidadosamente traçado, você deveria fazer 3 séries de cada exercício. Mas por um simples impulso egoico você entende ser pouco e começa a fazer 4 séries.

Você deveria fazer 8 exercícios totais, mas resolve acrescentar mais umas 2 variações de dois exercícios acreditando que eles precisam de mais foco.
Você descobriu algumas técnicas de intensidade. “Maravilha, elas vão dar um gás no meu treino.” E então utiliza todas elas em todos os exercícios de forma desorganizada.
Mesmo que não tenha conseguido fazer as repetições prescritas no planejamento, você resolve aumentar a carga do exercício -afinal, o peso é mais importante do que uma boa execução, certo? Não, hombre, errado.

A nutrição está sempre incorreta

Você quer crescer sem engordar. A solução? Colocar o dobro de whey protein no seu shake pós-treino e consumir metade do carboidrato necessário. Dica: não faça isso – se fosse assim tão simples não haveria nutricionista
Você decidiu fazer uma dieta de 10 mil calorias diárias. O motivo? Viu algum profissional fazendo. E se funciona para ele, por que não funcionaria para você?
Você não consome a quantidade de calorias necessárias porque tem medo de engordar. Mas, estranho, também não ganha massa magra. Por que será?

Subestima o descanso e os hábitos saudáveis

Você está prestes a se adequar ao período de descanso ideal, mas resolve que talvez seja interessante fazer peito e bíceps todos os dias
Você acha que sair de balada sexta, sábado e domingo, bebendo todas, não afetará seus resultados
Você acredita ser o treino o único fator a influenciar nos ganhos ou perdas provenientes da musculação. A alimentação e os hábitos pessoais como cigarro e bebida, nada têm a ver com os resultados. Viver na ilusão é uma opção.

Não deixe que seu psicológico afete negativamente seu treino. Use-o para melhorar-se. Controle-se, avalie os resultados, pense no que está fazendo. Não se deixe tomar pelos impulsos e pelo desejo de um corpo bonito. Procure estabelecer metas e fazer o máximo possível dentro de suas capacidades para alcançar os objetivos traçados.

Imagem de capa: Shutterstock/Blur4265

TEXTO ORIGINAL DE EL HOMBRE

Compartilhar
Psicologias do Brasil
Informações e dicas sobre Psicologia nos seus vários campos de atuação.

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS