Apaixonar-se das pessoas que não amam a si mesmas pode ser uma tarefa realmente difícil. O principal motivo é que, quando você ama alguém, quer lembrar sempre o incrível que ela é. Alguém que não se ama não consegue aceitar este tipo de comentário.

As pessoas que não se amam costumam rejeitar os elogios sem se dar conta do quão doloroso pode ser para os outros. Por esta razão, todos buscamos um parceiro que valorize a si mesmo. A anterior não é a única razão pela qual amar quem não se ama é difícil. Estes são outros motivos:

A comunicação é difícil

A comunicação pode se converter em toda uma odisseia caso você esteja em uma relação com alguém que não sabe amar a si mesma. Estas pessoas costumam mal interpretar as coisas que dizemos e assumir sempre o pior.

Para muitos é muito frustrante viver esta classe de situação. Na maioria dos casos, aqueles que não se amam simplesmente projetam seus próprios defeitos no parceiro. Por exemplo, você completa uma boa ideia que seu parceiro tenha tido; algo que é muito comum, mas o outro pode tomar sua atitude como indulgente ou como se você mentisse.

É difícil cuidar de alguém que não se preocupa com sigo mesmo 

Para qualquer um pode ser frustrante gostar de alguém que não se ama e nem se preocupa com sigo mesmo. Isso faz com que frases espontâneas como um “você está bem hoje” se tornem uma discussão devido a sua baixa autoestima.

É muito comum que, devido aos seus problemas de insegurança, estas pessoas comecem a reprovar tudo o que você diz.

É cansativo gastar o tempo e energia tentando fazer a pessoa que você ama sorrir e não obter o resultado que espera.

Depois de tudo, por mais que você se esforce, é pouco provável que a pessoa confie em você ou que valorize suas palavras.

As pessoas que não se amam se tornam excessivamente dependentes

É normal, na medida certa, que quando seu parceiro se sente triste ou negativo, confie e conte com você para que lhe anime e lhe faça se sentir melhor. Isso é certamente o que você espera da outra pessoa.

Isso deixa de ser algo saudável quando se depende do parceiro para conseguir a felicidade. A dependência extrema pode levar o parceiro a se tornar asfixiante.

É provável que ele chegue a pensar que você o deixará. Com o tempo, começará a pensar que isso pode não ser uma má ideia e o motivo de sua felicidade terá ido.

Aquele que não se ama costuma rejeitar a ajuda dos demais 

Quando você ama alguém, quer lhe ajudar a buscar seu bem-estar. No entanto, deve lembrar de que sua rejeição a si mesmo vem existindo desde antes de vocês se conhecerem, o que não os deixa querer receber ajuda de ninguém.

Isso complicará as coisas, já que, mesmo que você pense que em algum momento a pessoa poderá aceitar sua ajuda, na verdade é muito pouco provável que aconteça.

Você deve se lembrar de que não pode mudar as pessoas. Ninguém é capaz de transformar sua essência para ser o que queremos que ela seja ou conseguir o que esperamos delas.

A confiança na relação costuma terminar destruída 

Quando alguém não se ama pelo que é, não entende por que outras pessoas podem amá-la. Costumam estar constantemente preocupadas de que seu parceiro “perceba” como ela é realmente e termine com o relacionamento. Este tipo de coisas torna muito difícil estabelecer um vínculo de confiança com seu parceiro.

Uma pessoa que está permanentemente angustiada ou preocupada que a outra pessoa se vá, costuma ter comportamentos negativos. A ironia é que é justo este tema que acaba por afastar à pessoa.

Coisas que você saber caso ame uma pessoa que não se ama 

Se você tem a capacidade de estar ao lado de alguém que não se ama significa que você é uma pessoa carinhosa e protetora.

No entanto, acreditar que com uma conversa tudo se acertará não é bom.

Se você está realmente disposto a ajudar seu parceiro a deixar de se rejeitar, deve considerar que, em primeiro lugar, deve ser a própria pessoa que realmente queira mudar e aceite a ajuda que está lhe oferecendo.

Você deve prestar atenção porque quando se sentir esgotado física e emocionalmente devido à relação, é provável que se trate de uma situação da qual deve sair.

Nesse caso, responda a estas perguntas:

  • Realmente acredito que meu parceiro pode mudar?
  • Meu parceiro está consciente de que não estou satisfeito?
  • Realmente tem interesse em mudar?

Uma vez tenha as respostas, você se dará conta se vale ou não a pena seguir tentando.

Depois de tudo, você não deverá sacrificar sua própria felicidade com uma pessoa que não quer deixar de ser infeliz. 

Lembre-se de que o único que é responsável por sua felicidade é você mesmo, assim como seu parceiro deverá ser responsável pela dele.

Imagem de capa: Shutterstock/GoodStudio

TEXTO ORIGINAL DE MELHOR COM SAÚDE

*O conteúdo do texto acima é de responsabilidade do autor e não necessariamente retrata a opinião da página e seus editores.


Compartilhar

RECOMENDAMOS


Psicologias do Brasil

Informações e dicas sobre Psicologia nos seus vários campos de atuação.


COMENTÁRIOS