“Não deixe para amanhã o que podemos fazer hoje”, a sua mãe buzinava no seu ouvido. Mas faltou que ela complementasse com “pense de maneira prática”.

Sempre temos planos ou tarefas para o futuro. Consertar a porta do armário, arrumar o guarda-roupas, começar uma dieta. Mas já perceberam como é muito mais simples deixar isso tudo “para amanhã”? Por que é tão mais fácil adiar nossas obrigações?

Um estudo feito pela Universidade de Konstanz, na Alemanha, teve como objetivo estabelecer uma relação entre o modo como vemos nossas tarefas e a tendência em adiá-las. Os psicólogos que fizeram a pesquisa enviaram para um grupo de estudantes um questionário para ser respondido em três semanas.

Esses estudantes foram divididos em dois grupos. O primeiro deveria pensar de forma abstrata nas tarefas. Deveriam pensar, por exemplo, que tipo de pessoa tem uma conta no banco. O segundo grupo deveria pensar mais concretamente, apenas analisando as atividades a serem feitas para completar a tarefa, como falar com um gerente, preencher formulários.

E a diferença nesse dois modos de pensar é significativa. Pensar de maneira concreta faz com que realizemos as atividades mais rapidamente. Inclusive, os estudantes do segundo grupo enviaram as respostas do questionário mais cedo. Já no primeiro, há quem nem tenha respondido. [Science Daily]

Imagem de capa: Shutterstock/Tatyana Dzemileva

TEXTO ORIGINAL DE HYPENESS

*O conteúdo do texto acima é de responsabilidade do autor e não necessariamente retrata a opinião da página e seus editores.


Compartilhar

RECOMENDAMOS


Psicologias do Brasil
Informações e dicas sobre Psicologia nos seus vários campos de atuação.

COMENTÁRIOS