Quem educa quem?

Quando o assunto é educação dos filhos, nunca é cedo para começar a impor limites e aprender a dizer não. Mas é importante entender que educar é bem diferente de condicionar. Como o desenvolvimento emocional é um dos assuntos que mais desperta o interesse das famílias, a diretora pedagógica e psicóloga do Magno/Mágico de Oz, Cláudia Tricate, programou um encontro com os pais do Baby Oz para promover trocas e agregar conhecimento:  “Não vamos tratar de verdades absolutas, mas será um misto de pouca teoria e muita prática”.

Segundo a profissional, o cenário mudou e já não é mais possível educar os filhos como antes. Mais do que nunca, Escola e família devem ser parceiras e ficar do mesmo lado. “Mas, afinal, qual é esse novo cenário e quem educa quem? Estamos diante de crianças com muita informação, aprendemos todos os dias com elas, mas também precisamos transmitir segurança para garantir que vivam em coletividade”, explicou Cláudia.

A psicóloga também mostrou o quanto é importante valorizar aquilo que a criança tem de positivo, revelou que a superproteção dá pistas de que não acreditamos no potencial da criança e que o seu desenvolvimento jamais é limitado por um não. “O não dá asas para a criança se sentir segura e a faz crescer, mas é preciso que seja feito com a entonação correta e com propriedade”, explicou a diretora, finalizando: “Quero que vocês saiam daqui com a certeza de que a Escola é parceira. Estou aqui para ajudá-los nessa empreitada!”.

TEXTO ORIGINAL DE ESTADÃO

Compartilhar
Psicologias do Brasil
Informações e dicas sobre Psicologia nos seus vários campos de atuação.



COMENTÁRIOS