Recente pesquisa revela: pessoas com câncer que são casadas podem viver mais

Uma pesquisa apresentada recentemente, realizada nos Estados Unidos, mostrou que pacientes com câncer que são casados têm mais chance de prolongar sua vida do que os que são solteiros.

Realizada com 800.000 adultos da Califórnia diagnosticados com câncer entre os anos de 2000 e 2009 e que foram acompanhados até o ano de 2012, entre outros resultados ela apresentou que os homens que eram solteiros tiveram a taxa de mortalidade mais alta em 27% contra os que eram casados, enquanto que entre as mulheres a taxa foi 19% mais alta.

Para os profissionais da saúde esta é uma informação relevante, visto que as mudanças comportamentais mundiais incluem uma maior escolha dos indivíduos pela solteirice. Viver sozinho, seja solteiro ou divorciado, parece não ser muito bom quando a saúde não vai muito bem.

Mas será que é somente para pacientes terminais que um cônjuge conta para o prolongamento e melhor qualidade de vida? Entre muitas outras vantagens podemos incluir:

Apoio mútuo

Contar com a pessoa em quem foi confiada o restante dos dias de vida é algo que traz esperança e tranquilidade. A vida oferece desafios intensos e constantes e a paz de saber que existe alguém que o apoiará e ajudará a superar e conquistar é algo que os casados possuem mais que os solteiros, especialmente os que moram sozinhos.

Maior estabilidade financeira e psicológica

Quando dois se comprometem e lutam por seus ideais juntos, as despesas são muito menores que aquele que vive sozinho e o sentimento de segurança é maior.

Ambiente propício para a criação de filhos

Nada mais comprovadamente ideal que um pai e uma mãe que se esforçam por sua união e se dedicam à criação dos filhos. As crianças crescem seguras e confiantes com seus bons exemplos e ensinamentos. A família tradicional, que está perdendo força nas leis mundiais, ainda é a base de uma sociedade sadia.

Valores aprendidos e compartilhados

Cada indivíduo tem sua própria experiência de vida. Ele carrega estas informações e aprendizado ao longo de sua existência em suas atitudes diárias e pensamentos. Ao unir-se com outro ser que tem outras experiências e superações, ambos dividem seu conhecimento e sabedoria com o outro. Isso torna cada um melhor do que era antes. Essa troca benéfica pode transformar a vida individual, o que não tem como ocorrer com quem mora sozinho.

Cuidados

O cônjuge sente-se responsável por seu parceiro e normalmente será o primeiro a socorrer e acompanhar nos momentos críticos. Ter alguém para fazer uma sopinha naqueles dias de frio e febre é ótimo!

Maior probabilidade de ser feliz

Indo de opinião contrária aos solteiros que acreditam que são mais felizes que os que estão presos a um casamento, aqueles que mantêm um casamento e se esforçam por servir e amar seu cônjuge têm maior probabilidade de serem felizes apesar de falar sempre onde estão e não sair tanto com os amigos. É uma felicidade diferente, completa e que só quem é casado consegue descrever.

Na saúde ou na doença, ter um cônjuge amado na vida é sempre uma grande vantagem. Não só com a perspectiva de vida para os que têm seus dias contados com doenças como o câncer, mas para aqueles que ainda têm muito pela frente e buscam a felicidade.

TEXTO ORIGINAL DE FAMÍLIA

Compartilhar
Psicologias do Brasil
Informações e dicas sobre Psicologia nos seus vários campos de atuação.



COMENTÁRIOS