Se você quer que um sonho se torne realidade, mate-o!

É interessante como as pessoas hoje falam mais abertamente a respeito de seus sonhos.

Não é raro vermos matérias e livros que falam para as pessoas que, se têm um sonho, então poderão alcançá-lo.

Se alguém compartilha um sonho comigo e diz que gostaria muito que ele se realizasse, eu digo para essa pessoa: mate seu sonho! Assim você terá mais chance de alcançá-lo.

Mas, como assim?! Explico!

Sonho é algo vago, que vem eventualmente (ou frequentemente) na nossa cabeça, mas em relação ao qual não fazemos nada (ou fazemos muito pouco). Portanto o sonho está no campo do “pensar”.

Se você realmente tem um sonho, e ele é muito importante para você e é possível de ser atingido, então mãos à obra! É um convite para o campo do “fazer”.

Notem que coloquei algumas condicionais para o sonho: IMPORTANTE e POSSÍVEL.

Avalie se aquilo que você gostaria é realmente importante para você. Como você saberá disso? Vão aqui algumas dicas:

1. Liste todas as coisas importantes na sua vida;
2. Pegue uma folha, faça um círculo (como se fosse um bolo redondo);
3. Transforme cada uma das coisas importantes em uma fatia de bolo, respeitando a sua importância (coisas mais importantes são representadas por fatias maiores);
4. Identifique que tamanho ficou a fatia que representa esse “sonho”;
5. Se ela for considerável, então é um bom indicativo que esse sonho é realmente importante para você!

Depois de verificar sua importância, é preciso verificar sua possibilidade.

O que é possível? Um desavisado pode dizer “qualquer coisa” — o que seria um erro ou uma ingenuidade. Observe as afirmações abaixo e tente classificar quais são possíveis ou não:

1. É possível você se tornar milionário;
2. É possível você viajar para a lua;
3. É possível você ser feliz;
4. É possível você equilibrar vida familiar e profissional;
5. É possível você constituir uma família;
6. É possível você escolher o momento que vai nascer;
7. É possível você escolher a cor dos seus olhos;
8. É possível você viver sem respirar.

Se você respondeu que as afirmações de 1 a 5 são possíveis e que as afirmações seis, sete e oito são impossíveis, parabéns!

Você poderá argumentar, contudo, que uma ou outra afirmação possível (ou todas) não é provável! Então eu pergunto a você: o que você pode fazer para tornar esse desejo mais provável?

Se você avaliou seu sonho e verificou que ele é muito importante e possível, mate-o (tire a energia gasta com simplesmente sonhá-lo) e dê a luz a um objetivo. Invista sua energia nisso.

Objetivo exige planejamento, foco e ação. Investir sua energia nessa jornada alterará a balança da probabilidade.

Os pessimistas poderão dizer que alterar a probabilidade não é garantia de sucesso. É verdade! Mas eu prefiro dizer que “não fazer”, isso sim, é garantia do fracasso.

O que você prefere: não fazer e ter a certeza que não vai atingir ou se empenhar (fazer) e aumentar a probabilidade de alcançar?

Compartilhar
Nicodemos Borges
Nicodemos Borges é graduado em Psicologia, Especialista em Terapia Comportamental e Cognitiva pela USP, Mestre e Doutor em Análise do Comportamento pela PUC-SP, Master Coach pelo Center for Advanced Coaching e pela Pro-Fit. É professor, supervisor, pesquisador e orientador na Universidade São Judas; CKO, Coach e Master-trainer no Instituto Nicodemos Borges; psicólogo clínico, supervisor clínico e responsável técnico na Contexto Psicologia. Foi professor e orientador em cursos de Pós-graduação de Liderança e Gestão de Pessoas na Unisa Business School e no Centro Paradigma de Análise do Comportamento. É Editor-Associado de Perspectivas em Análise do Comportamento e um dos organizadores do livro Clínica Analítico-Comportamento: aspectos teóricos e práticos.



COMENTÁRIOS