Tire as “rodinhas” da sua vida

Você tem lembranças de quando aprendeu a andar de bicicletas sem as rodinhas de segurança?
No processo de transição (com as rodinhas > sem as rodinhas) você conta com a ajuda de um adulto, que normalmente são seus pais ou cuidadores.
Quando as rodinhas da bicicleta são retiradas é comum surgir o medo de cair e a insegurança, que podem acarretar em alguns tombos até que você consiga manter o equilíbrio.
Então, ao perceber que seu pai ou cuidador não está mais te segurando e que você está andando sozinho, vem aquela sensação maravilhosa de liberdade e alegria e você quer mostrar para os amigos e a família que consegue.
Este momento de conquista da AUTONOMIA para andar de bicicleta exige, entre outras coisas, a CONFIANÇA naquele que está te ajudando neste processo.
Fazendo uma analogia, podemos pensar no quanto nos prendemos às “rodinhas”, representadas por comportamentos e atitudes que nos impedem de adquirir autonomia e “andar com nossas próprias pernas”.
No processo de psicoterapia ocorre algo semelhante: ao estabelecer um vínculo de confiança com você, o psicólogo pode te ajudar a perceber o quanto você pode conquistar autonomia, ao estabelecer o equilíbrio entre razão e emoção e criar novos caminhos e saídas para seus conflitos.
Nem todo mundo sabe o que precisa fazer e o que é capaz de conseguir fazer. Tão importante quanto conseguir alcançar o que se quer é saber que se pode conseguir…Pense nisso!
Compartilhar
Audrey Leme
Psicóloga Clínica de abordagem psicanalítica; Atualmente atende em consultório particular e no Dispensário Madre Tereza de Calcutá na cidade de Limeira-SP; ministra palestras para a comunidade com temáticas voltadas ao desenvolvimento humano. Também possui formação em Administração de Empresas e experiência na área de RH (Recrutamento & Seleção e Treinamento e Desenvolvimento).



COMENTÁRIOS