Um dia na vida de… uma mulher

Por Helô D’Angelo e Pâmela Carbonari

(Conheça a nova série de quadrinhos da SUPER: “Um dia na vida de…”. Vamos conversar com mulheres, negros, gays e deficientes para entender que situações desconfortáveis fazem parte de seu dia a dia – e depois desenhamos os casos para todo mundo entender.)

Em um dia na vida de uma mulher acontece um tanto de coisas que nunca vai acontecer na vida de um homem. Em um dia na vida de um negro acontece um tanto de coisas que nunca vai acontecer na vida de um branco. Em um dia na vida de um homossexual acontece um tanto de coisas que nunca vai acontecer na vida de alguém heterossexual.

A conversa que queremos começar com a série “Um dia na vida” é a mesma que precisamos ter quando alguém chama isso ou aquilo de “coisa de veado”, quando um homem canta uma desconhecida e diz que foi um elogio e quando alguém faz uma piada racista. Nas sutilezas do cotidiano há uma infinidade de atitudes que interferem na liberdade individual do outro – e que ofendem. Pedir respeito não tem nada a ver com mimimi.

1m 2m 3m 4m 5m

6m 7m 8m 9m 10m

TEXTO ORIGINAL DE SUPERINTERESSANTE

Compartilhar
Psicologias do Brasil
Informações e dicas sobre Psicologia nos seus vários campos de atuação.



COMENTÁRIOS