Uma nuvem negra

Quem nunca sentiu tristeza? Quem nunca sentiu vontade de ficar o dia todo na cama? Quem nunca sentiu vontade de ficar sozinho?

Algumas vezes somos tomados por uma tristeza a qual parece que não vai nos deixar, uma vontade de não ver ninguém, de ficar completamente sozinho, em casa, de preferência “ficar de cama”. Dá uma sonolência, e quanto mais se dorme, mais vontade de dormir tem. A palavra ânimo vai saindo aos poucos da nossa vida e a palavra solidão parece ser nossa eterna companheira. Temos sonhos, ah sim, muitos sonhos, porém, não temos o ânimo, não temos motivação. Não se consegui visualizar em um estado de prosperidade, de felicidade, de gargalhadas. Não se consegue imaginar em uma situação de destaque, de liderança. Sentimos-nos fracos e incapazes de ao menos darmos o primeiro passo para buscar nossos sonhos. Uma mistura de sentimentos que se resume em uma única palavra inferioridade.

O sentimento de culpa também faz parte tudo que deu errado, tudo que não ocorreu como planejado, o indivíduo com sentimento de inferioridade acredita sempre que a culpa é dele, que se ele não estivesse ali, teria dado certo. Ele acredita que tudo o que acontece de ruim no planeta a culpa é apenas dele, daí surgir à vontade de isolamento. Não identificamos ao certo se afastamos as pessoas ou se elas se afastaram com medo de se contagiarem com a nossa tristeza.

Quando chegamos a esse estado, infelizmente estamos cobertos por uma nuvem negra, a qual não se sabe ao certo quando ela veio, quando esses sentimentos começaram, não conseguimos identificar quando e como o nosso dia começou a ficar negro, mas perece que essa nuvem negra não quer mais ir embora. Então passamos a viver com a nuvem negra.

Quando não temos forças para procurar ajuda ou quando não procuramos ajuda por vergonha de expor nossas fraquezas, desilusões e derrotas, todos os nossos dias passam a ser negros, parece que o sol não existe sobre nós, não conseguimos ver nenhuma luz, nenhum brilho, nenhuma perspectiva, não encontramos motivos para sairmos da nuvem negra, nem forças.

Talvez já nos conformássemos em ficar em uma nuvem negra.

Algumas vezes buscamos em nossa mente algum motivo, até encontramos, mas, a essa altura a nuvem negra já nos cobriu por completo e o único desejo e sumir. Sim sumir parece ser a resposta correta e óbvia, pois apenas o acontecimento sumir irá acabar com toda dor.

A nuvem negra é a depressão que nos causa muito dor, dor na alma.

Compartilhar
Silvia Duarte
Psicóloga Clínica e Palestrante na Instituição Atitude Jovem Adventus. Graduada em Psicologia pela FAMETRO - Faculdade Metropolitana de Manaus (AM-2014)



COMENTÁRIOS