Você ama alguém com TDAH. Então é bom saber sobre essas 10 coisas.

TDA/H refere-se a uma síndrome chamada de Transtorno do Déficit de Atenção / com Hiperatividade, e é caracterizada por fatores como ansiedade excessiva, distração, impulsividade, esquecimento e, em alguns casos, até hiperatividade.

A tarefa de conviver e dividir o mesmo espaço com pessoas portadores do TDA/H é desafiadora.

Mas como toda doença, quando tratada de forma correta pode ser uma excelente ferramenta de aprendizado e desenvolvimento positivo para toda família.

Os sintomas da síndrome variam muito, mas no geral incluem:

  • Ansiedade
  • Esquecimento
  • Baixa autoestima
  • Dificuldades sérias de concentração
  • Problemas no controle da raiva
  • Impulsividade
  • Mudanças repentinas de humor
  • Sérios problemas e dificuldades de relacionamento

Viver com uma pessoa com TDAH é como caminhar num campo minado, você nunca sabe o que deve esperar.

Muitas vezes, uma simples palavra, pode desencadear uma explosão emocional. Mas se olharmos pelo lado do portador, veremos que também não é uma situação fácil.

Eles sofrem muito com isso, e a vida se torna muito mais difícil para eles do que para a maioria das pessoas. Tudo dentro deles é intenso e ampliado, suas mentes estão em constante atividade.

A melhor maneira de conviver com pessoas portadoras de TDAH é desenvolver uma nova visão a respeito do problema.

É preciso entrar neste universo e entender o que elas sentem, desenvolver mais paciência com as dificuldades, ser mais tolerante, compassivo e amoroso. Desta forma as chances de desenvolver um relacionamento mais agradável, pacífico e feliz serão muito maiores.

nerves-346928_1280

Mostraremos 10 pontos para um entendimento mais completo TDAH:

  1. O cérebro do TDAH não para, sua mente é extremamente ativa. Não existem freios ou formas de trazê-lo para um descanso. É preciso aprender a organizar esta situação.
  2. Eles escutam o que você diz, mas muitas vezes não conseguem absorver o que está sendo passado.
  3. Eles tem muita dificuldade em manter a atenção e o foco em algo, por isso desenvolver e permanecer em uma atividade é extremamente complicado.
  4. Eles ficam facilmente ansiosos e são sensíveis a tudo que está acontecendo ao seu redor, barulhos, movimentos bruscos, etc.
  5. Se estão preocupados com algo ou chateados, os portadores do DDA não conseguem pensar em mais nada. Isso faz com que a concentração no trabalho, conversas e situações sociais torne-se uma tarefa quase impossível.
  6. Os portadores de TDAH possuem profunda dificuldade em controlar suas emoções e reações diante de um fato. Muitas vezes, respondem impulsivamente e depois acabam se arrependendo.
  7. Pessoa com TDAH são profundamente intuitivas e enxergam além das limitações da matéria. É justamente este traço da síndrome que transforma pessoas criativas e sensíveis em grandes gênios da humanidade.
  8. Eles pensam fora da caixinha. Os portadores de TDAH pensam de forma diferente da maioria das pessoas, possuem pensamentos abstratos e muitas vezes conseguem enxergar soluções inusitadas.
  9. Eles são impacientes, inquietos e ficam facilmente irritados. Sentem necessidade de estar em constante movimento, balançando as pernas, mexendo no cabelo, etc.
  10. Como em suas mentes e no coração tudo é ampliado, quando um TDAH realiza uma tarefa ou atividade que gosta, ele faz aquilo com alma e coração. Eles dão o seu melhor e mergulham de cabeça da situação.

Fontes: lifehack.org, pixabay.com, Via: Awebic

Nota: este texto é a tradução do artigo “20 Things to Remember If You Love a Person with ADD” escrito por June Silny para o site Lifehack.org. Os pontos aqui descritos não representam a opinião de Giovanna Sapienza ou do Awebic.

FONTEAwebic
Compartilhar
Psicologias do Brasil
Informações e dicas sobre Psicologia nos seus vários campos de atuação.



COMENTÁRIOS