Reunimos um pequeno resumo das notícias científicas recentes que consideramos inspiradoras, encorajadoras e dignas de nota nestes tempos difíceis.

1. CRISPR foi usado para tentar a cura para a cegueira genética pela primeira vez

Pela primeira vez na história, cirurgiões do Oregon Health & Science Institute usaram a técnica de edição do gene CRISPR para tentar uma cura para a amaurose congênita de Leber, uma doença genética rara que causa cegueira na primeira infância.

Enquanto aguardamos os resultados sobre como esse experimento funcionou, essa conquista se junta a uma lista de outros usos médicos para a técnica, incluindo encontrar uma cura para a doença de Huntington, herpes, HIV e imunoterapia para alguns tipos de câncer.

Viver em uma época em que os pesquisadores médicos têm essa ferramenta poderosa à sua disposição é certamente uma boa notícia.

2. 60.000 amostras de sementes adicionadas ao cofre de sementes do Ártico em Svalbard.

Em fevereiro, 60.000 amostras de sementes foram adicionadas ao Svalbard Global Seed Vault situado dentro de uma montanha no arquipélago Svalbard da Noruega, incluindo o primeiro repositório de sementes da herança de uma tribo indígena americana.

O aumento dos depósitos neste refúgio de cultivo reflete a crescente preocupação global com a perda potencial de biodiversidade e segurança alimentar, mas essas ações também demonstram um belo compromisso com nossas gerações futuras.

3. Uma possível vacina universal contra a gripe foi aprovada em um grande conjunto de ensaios clínicos

As cepas de vírus que causam a gripe são metamorfos, constantemente indo além da nossa capacidade de imunização contra eles; portanto, precisamos de vacinas contra a gripe anuais para nos mantermos à frente da doença. Uma vacina ‘universal’ contra a gripe nos daria uma grande vantagem nesta corrida, e agora há uma candidata realmente promissora na jogada

A vacina, chamada FLU-v, passou com sucesso nos ensaios clínicos de fase I e fase II, demonstrando sua segurança em humanos; Foi descoberto que induz respostas imunológicas que duram pelo menos seis meses. Mal podemos esperar para ver os resultados da próxima fase de testes.

4. Um paciente foi declarado ‘curado’ do HIV, e nem é a primeira vez que isso acontece

Os pesquisadores anunciaram que, pela segunda vez, um paciente com o vírus HIV foi declarado curado, sem vestígios de infecção no sangue, 30 meses após a interrupção do tratamento tradicional. Ele foi submetido a um tipo especializado de terapia com células-tronco.

A conquista não é uma cura geral, pois o paciente também apresentava um tipo de linfoma que lhe permitiu receber este tratamento experimental; Mas demonstra um verdadeiro avanço na ciência médica, mostrando que os cientistas podem ultrapassar os limites como nunca antes.

5. Cientistas inventaram lentes de contato que podem corrigir o daltonismo vermelho-verde

Um novo tipo de lente de contato poderia restaurar as limitações do espectro de cores em pessoas cujos olhos lutam para distinguir os tons de verde e vermelho.

Esta tecnologia brilhante já existe em alguns óculos de sol habilmente projetados; em breve, as pessoas também poderão acessá-la da forma mais conveniente de contato, graças a uma equipe de engenheiros da Universidade de Tel Aviv.

6. Foi encontrado um método limpo de produção de hidrogênio combustível que é 25 vezes mais eficiente

Combustível de hidrogênio seria uma das opções de emissão zero mais promissoras – se pudéssemos produzi-lo de forma barata e sem a necessidade de quantidades insanas de energia.

Agora, uma equipe de pesquisadores em Tóquio conseguiu fazer exatamente isso, refinando um método que produz hidrogênio combustível usando apenas alguns ingredientes básicos, incluindo luz e um tipo específico de óxido. Um novo estudo mostra que este método produz 25 vezes mais hidrogênio do que os métodos existentes.

7. Niue foi nomeada a primeira ‘Nação Dark Sky’ do mundo

A pequena nação de Niue, no Pacífico Sul, recentemente aceitou uma homenagem única, ao se tornar o primeiro país a ser formalmente credenciado como Local Dark Sky Internacional.

Este credenciamento é concedido pela International Dark Sky Association (IDA), uma organização sem fins lucrativos encarregada de preservar o ambiente noturno naturalmente escuro, defendendo-o dos distúrbios intrusivos da poluição luminosa causada pelo homem.

Não há fim para a pesquisa científica que rastreia os efeitos negativos da poluição luminosa, seja nos animais, plantas ou na saúde humana; Esta homenagem enfatiza que a busca por um céu noturno verdadeiramente escuro continua tão importante como sempre.

8. Foi corrigido o artigo que culpava Sol pelas mudanças climáticas.

Em junho de 2019, um estranho artigo causou alvoroço após sua publicação na Scientific Reports. A comunidade científica foi rápida em expressar sua preocupação com este estudo falho, que afirmava que os movimentos do sol eram a verdadeira causa do aquecimento global antropogênico.

Agora, os editores da conhecida revista corrigiram o registro científico, emitindo um aviso de retratação que explica os erros, mostrando que mesmo que algo errado inicialmente passe pela revisão por pares, o processo científico ainda é rigoroso o suficiente para corrigir o erro.

9. Existe uma ótima maneira de armazenar energia renovável, e já temos a tecnologia necessária

Por falar em sustentabilidade, um dos maiores desafios para a adoção generalizada de energias renováveis ​​continua sendo o problema do armazenamento em larga escala. No entanto, existe uma excelente solução para este problema – armazenamento de eletricidade térmica bombeada. Essa abordagem armazena eletricidade convertendo-a em calor e, em seguida, convertendo-a de volta em eletricidade quando necessário, usando um motor.

Ao contrário da hidrelétrica bombeada, que requer requisitos geográficos específicos, este tipo de armazenamento pode ser construído em muitos lugares e usa princípios termodinâmicos para armazenar eletricidade como calor. E a melhor parte? Já está sendo testado em plantas piloto.

10. Existem 76 soluções disponíveis para desacelerar as mudanças climáticas

Um novo relatório da organização sem fins lucrativos Project Drawdown descreveu 76 soluções que o mundo já tem em mãos se quisermos desacelerar as mudanças climáticas. Essas estratégias, desde a mudança de nossos meios de produção de energia até a redução do desperdício de alimentos e empoderamento das mulheres, abrangem todos os setores.

Além disso, essas soluções são realmente mais baratas do que manter o status quo (também conhecido como ‘não fazer nada’). O Projeto Drawdown estima que, se implementássemos essas 76 soluções, haveria economia de até US $ 144 bilhões em danos climáticos evitados e custos de saúde relacionados à poluição.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Nation.
Fotos: Reprodução.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


Compartilhar

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.