A pessoa deixa de ser usuária, mas a dependência química persiste

Por Drauzio Varella- Jornal Folha de S. Paulo As drogas causadoras de dependência ativam o sistema de recompensa existente no cérebro. Lícitas ou não, todas provocam aumento rápido na liberação de dopamina, neurotransmissor envolvido nas sensações de prazer. O prazer intenso dá origem ao aprendizado associativo (droga-prazer-droga), que constitui a base do condicionamento. Com a repetição … Continue lendo A pessoa deixa de ser usuária, mas a dependência química persiste