Ansiedade: 5 maneiras em que você é afetado

A ansiedade é considerada, atualmente, um dos transtornos emocionais mais comuns do mundo. De alguma forma e, em alguma intensidade, todos nós já passamos por momentos de ansiedade. Entretanto, quando a ansiedade começa a se tornar um hábito, ela pode desencadear um mal-estar, físico ou psíquico, gerado por uma preocupação excessiva.

Vivemos diariamente bombardeados por informações e cobranças de todos os tipos. E, esse excesso de informações acaba desencadeando o sofrimento por antecipação, que por sua vez, gera a ansiedade. As pessoas ansiosas sofrem antecipadamente ou têm medo de situações que ainda não se concretizaram e esse processo acaba esgotando toda a sua energia.

Se você anda muito cansado, nervoso, com constantes dores de cabeça, preste atenção. Sua ansiedade pode estar atrapalhando sua rotina e exigindo alguns cuidados. Para você ficar atento, listamos 5 maneiras que a ansiedade pode afetar sua vida.

1. Sono

Uma das características mais marcante da ansiedade é o excesso de preocupação com o futuro. Uma pessoa que está sempre ligada aos seus problemas e as suas obrigações acaba sobrecarregando o seu sistema nervoso o que vai manter o corpo em estado de alerta para encontrar as respostas que ele procura. Assim, ainda que a pessoa esteja extremamente cansada, ela terá dificuldade na hora de adormecer.

2. Problemas com alimentação

Quando a pessoa está sempre ansiosa, a sua relação com a alimentação fica prejudicada. Algumas pessoas tendem a desenvolver anorexia ou bulimia nervosa, ou seja, por medo de ganhar peso ou de não ter o corpo ideal, acabam restringindo de forma exagerada a sua alimentação ou sentindo-se culpada após cada refeição.

Outras pessoas, apesar de não desenvolverem nenhum distúrbio alimentar mais sério, acabam descontando na comida a ansiedade e o excesso de preocupação. Dessa forma, ou come mais do que deveria, ganhando alguns quilinhos extras, ou simplesmente esquece de comer, já que o seu pensamento está sempre ocupado com seus problemas.

3. Relacionamentos

A ansiedade exagerada pode atrapalhar seu relacionamento de diversas maneiras. Seja por causa de dinheiro, de ciúmes ou insegurança. A tendência é que quanto maior for a nossa ansiedade, mais iremos cobrar do nosso parceiro, e isso só vai prejudicar a relação. Além disso, a ansiedade pode atrapalhar a intimidade do casal, pois uma pessoa ansiosa está tão preocupada com o que precisa ser feito ou resolvido que dificilmente conseguirá relaxar e se envolver o suficiente para curtir momentos de prazer junto com seu parceiro.

4. Concentração

A ansiedade tira a concentração do agora e coloca o foco da pessoa totalmente voltado para o futuro. Existe uma necessidade de tentar encontrar soluções e respostas para situações que ainda não aconteceram. Quando a nossa atenção está voltada para o futuro, as atividades do presente ficam prejudicadas. As pessoas ansiosas tendem a ser desatentas, não conseguem focar sua atenção no momento em que estão vivendo e, por esse motivo, constantemente têm lapsos de memória.

5. Saúde

Quando estamos ansiosos todo nosso metabolismo acelera causando reações em nosso organismo. Por isso, se a ansiedade se tornar um hábito, ela pode trazer consequências para a nossa saúde. Em longo prazo, um metabolismo acelerado, oriundo de uma ansiedade crônica, gera um esgotamento que acaba resultando em manifestação de doenças psicossomáticas como a enxaqueca, gastrite, fibromialgia e até mesmo algumas disfunções cardiológicas.

Mas lembre-se que você é o responsável por suas decisões. Enquanto a depressão é o excesso de passado, a ansiedade é o excesso de futuro. Se você quiser viver em paz consigo mesmo e gozar de uma boa saúde, o melhor caminho é escolher viver no presente da forma mais plena possível.

Fonte indicada: Família

Compartilhar
Psicologias do Brasil
Informações e dicas sobre Psicologia nos seus vários campos de atuação.



COMENTÁRIOS