Muitas vezes confundimos um ataque de ansiedade com um do coração, já que os sintomas, à primeira vista, são bem parecidos. Se você já esteve alguma vez nesta situação ou seus nervos brincam com você, conheça estas diferenças que farão com que seja possível descobrir do que se trata.

Ataque do coração

Um ataque do coração, ou infarto, ocorre quando um coágulo na artéria coronária bloqueia o fornecimento de sangue e oxigênio até o coração.

Isso causa batimentos cardíacos irregulares, o que conhecemos como arritmias, que por sua vez levam a uma diminuição importante na função de bombeamento do coração.

Se a obstrução não for tratada em um período curto de tempo, acabará provocando a morte do músculo cardíaco afetado.

Sintomas de um ataque do coração

  • Se você estiver tendo um infarto sentirá uma dor opressiva, geralmente na região central do peito, no meio, e pode senti-la também no braço esquerdo e nas costas.
  • Além disso, a dor pode irradiar para o pescoço, dentes e mandíbula.
  • A intensidade pode variar, mas dura mais de cinco minutos e não afeta a respiração.
  • Por outro lado, aparece uma sensação de coceira que, em muitas ocasiões, só ocorre no braço esquerdo.
  • Também é comum ter sudorese fria e pegajosa, náuseas e até vômitos.
  • As pessoas que sofrem um ataque do coração não têm uma respiração agitada,

Se você notar que tem alguns destes sintomas há mais de cinco minutos, chame uma ambulância ou vá ao atendimento de emergência imediatamente.

Ataque de ansiedade

Um ataque de ansiedade também é conhecido como um ataque de pânico, e consiste em uma reação muito intensa, acompanhada da sensação de falta de capacidade para controlar seu estado de nervosismo.

As chaves estão no tipo de pensamentos que os provocam e que costumam ser de índole catastrofista, bem como na hiperventilação, que provoca um rápido aumento da ativação fisiológica generalizada.

Um ataque de ansiedade, a nível físico, ocorre pela hiperativação da amígdala, a qual se coloca em alerta quando percebe que há uma situação de perigo.

Para tentar resolver o problema será preciso descobrir os motivos que fazem com que este sinal de alarme dispare em nós diante de estímulos que, objetivamente, não são perigosos. Em qualquer caso, diante de um quadro assim, o melhor é consultar um especialista para receber um diagnóstico adequado. Através de um tratamento psicológico você encontrará a origem real do transtorno do pânico.

Sintomas de um ataque de ansiedade

No caso dos ataques de ansiedade, é preciso lembrar que se trata de um episódio de nervosismo que pode aparecer nas situações mais comuns e aparentemente tranquilas da nossa vida cotidiana.

  • Os sintomas de um ataque de ansiedade costumam ocorrer em um período máximo, geralmente, de 10 minutos, e se trata de uma dor na região do peito que é intermitente: vai e vem.
  • Nestes episódios você também notará rigidez dos movimentos e sensação de pulsação, mas ela não se limitará ao braço esquerdo, já que também pode ser sentida no braço direito, nas pernas e nos dedos.
  • Quando alguém está sofrendo um ataque de ansiedade, sente medos irracionais, como o de ficar louco.

No caso de você não estar seguro de que está tendo um ataque do coração ou de ansiedade, o melhor é consultar um médico imediatamente, pois esperar não será uma boa ideia em nenhum dos dois casos.

Como você pode imaginar, se a situação envolve um ataque cardíaco e a pessoa não vai ao hospital rapidamente, pode acabar falecendo.

No caso do ataque de ansiedade, se o mesmo não for tratado, a intensidade dos ataques pode aumentar com o tempo, algo que pode melhorar se o paciente consultar um especialista.

Imagem de capa: Shutterstock/Antonio Guillem

TEXTO ORIGINAL DE A MENTE É MARAVILHOSA

*O conteúdo do texto acima é de responsabilidade do autor e não necessariamente retrata a opinião da página e seus editores.


Compartilhar

RECOMENDAMOS


Psicologias do Brasil
Informações e dicas sobre Psicologia nos seus vários campos de atuação.

COMENTÁRIOS