Estudos mostram que viajar pode te tornar mais inteligente e saudável

Por Rafael Zenato

Despertador, café, trânsito, trabalho, computador, chefe, contas a pagar, problemas para resolver, mais trabalho, estudo, compromissos… A vida de hoje anda corrida, hein? Tirar uma folga está cada vez mais difícil.

Agora imagine a cena: você durante as férias, de pernas pro ar em uma praia deserta, longe de qualquer estresse. Relaxar um pouco pode te fazer muito bem – e quem diz isso é a ciência! Um estudo recente nos EUA mostrou que, cada vez mais, os norte-americanos estão deixando suas férias de lado para garantir seus empregos e cumprir prazos no trabalho. E ao que parece a situação não está muito diferente no Brasil. Com a crise, muita gente prefere vender as férias ou simplesmente deixá-las para depois. Tudo para não perder a confiança do chefe.

Enquanto as empresas ficam felizes com sua dedicação ao trabalho, seu corpo, seu cérebro e sua saúde imploram por uma pausa.

Você sabia que viajar pode melhorar sua saúde como um todo e aumentar sua inteligência?

Pouca gente se dá conta, mas a verdade é que umas boas férias podem te fazer trabalhar muito melhor. Com elas, você ganha disposição mental e física, além de impulsionar seu lado criativo, resolvendo mais problemas no dia a dia.

Entenda, a partir de agora, como uma viagem pode melhorar a saúde do seu cérebro, do seu coração e até dos seus músculos.

Viajar destrava sua criatividade

Você já reparou que a criatividade nasce de experiências novas e interessantes? Quando a parte mais empolgante do seu dia é ficar sentado em frente ao computador ou tomar um café enquanto fala de trabalho, você está impedindo sua mente de buscar inspiração. O professor e autor Adam Galinsky diz que experiências em países estrangeiros aumentam a flexibilidade cognitiva, a profundidade e a integração dos pensamentos. E destaca: isso melhora nossa capacidade de fazer novas conexões entre assuntos diferentes. Isto significa basicamente que novos sons, cheiros e paisagens ativam sinapses criativas no cérebro. E como você pode despertar essas sinapses? Simples: viajando.

Muitos criativos, como os escritores Ernest Hemingway e Mark Twain, usaram suas experiências internacionais para aprimorar o seu trabalho. Os romances de Hemingway são fortemente inspirados pelo tempo que ele passou na França e na Espanha, por exemplo. Sua exposição a novas e diferentes culturas permitiu que ele escrevesse alguns dos seus melhores trabalhos.

Sair de férias para outro país, ou mesmo outro estado, ajuda a abrir a sua mente. Você pode experimentar comidas exóticas, visitar monumentos históricos, fazer amizade com os moradores locais ou mesmo caminhar nas montanhas. Mergulhar em um ambiente diferente por vários dias pode inspirar fortemente suas habilidades criativas. E você não só terá mais criatividade, mas também será mais saudável e mais feliz. Isso nos leva aos próximos itens.

Viajar impulsiona sua capacidade cerebral

Sua saúde mental também se beneficia ao viajar. Uma pesquisa realizada pela Associação de Viagem dos EUA descobriu que as viagens, especialmente para os aposentados, evitam a demência e o mal de Alzheimer. O estudo também descobriu que 86% das pessoas que viajam estão satisfeitas com a sua vida, em comparação com 75% das pessoas que não viajam.

Viajar torna seu coração mais forte

Viajar não só enriquece sua capacidade cerebral, como também reforça a sua saúde cardíaca. A associação Framingham Heart Study descobriu que as pessoas que não tiram férias durante vários anos são mais propensas a sofrer ataques cardíacos do que aquelas que viajam anualmente. Isso ocorre porque pessoas que viajam anualmente diminuem o estresse e ansiedade, reduzindo a pressão cardíaca. Os viajantes também informaram que os sentimentos de relaxamento e felicidade continuaram por diversas semanas, mesmo depois de voltar das férias.

Viajar mantém você em forma

Quando você está de férias, seu corpo fica mais ativo: você explora novos lugares, passeia pelas lojas da cidade, faz trilhas e caminhadas, nada no mar ou piscina e por aí vai. Você aproveita para respirar ar fresco e apreciar lindas paisagens. E mesmo que você fique sentado por algumas horas fazendo um tour em um ônibus, você ainda estará se movimentando mais do que se estivesse preso no escritório ou assistindo TV em casa.

Viajar te faz mais feliz como um todo

Um estudo da Universidade de Cornell, nos Estados Unidos, descobriu que as pessoas que sabem que vão sair de férias se sentem mais felizes do que as pessoas que estão indo comprar algum bem material. Outra pesquisa feita na Universidade de Surrey também mostrou que as pessoas são mais felizes quando sabem que têm uma viagem chegando. Ou seja, apenas o ato de planejar uma viagem de férias já melhora significativamente o seu humor e bem-estar. Não é difícil de perceber que isso acontece com todos nós. Pense o quanto você fica animado quando está se preparando para as férias. Como é divertido fazer o roteiro, arrumar a mala, contar para os seus amigos e família sobre a viagem. Todas essas coisas impactam positivamente o seu estado de espírito.

Então, aproveite. Planeje sua próxima folga, compre a passagem para o destino que você quiser conhecer e deixe sua mente e seu corpo aproveitarem todas as vantagens que uma viagem traz.

Gostou dos benefícios de viajar?

Aposto que tem vários amigos seus precisando ler este texto. Compartilhe com quem merece umas boas férias.

Fonte: lifehack.org.

TEXTO ORIGINAL DE AWEBIC

Compartilhar
Psicologias do Brasil
Informações e dicas sobre Psicologia nos seus vários campos de atuação.



COMENTÁRIOS