Derrubar tabus é, por definição, uma tarefa difícil. Às vezes, porém, é possível faze-lo com elegância e até discrição, simplesmente falando no assunto como se o tabu não existisse. E a saúde mental, especialmente em um ambiente de trabalho, certamente é ainda um desses tabus, mesmo que todos precisem cuidar dela sempre. O tweet de uma jovem conversando com seu chefe recentemente mostrou não só a importância de se falar abertamente sobre tais barreiras, como também de cuidarmos de nossas cabeças.

A americana Madalyn Parker trabalha como desenvolvedora online, e recentemente ela enviou um simples e-mail para sua equipe de trabalho, informando que tiraria dois dias de folga para cuidar de sua saúde mental. Simples e direto, sem rodeios, explicando que logo estaria de volta pronta para trabalhar. O assunto do email foi “Onde está Madalyn”.

“Olá, time! Eu vou tirar hoje e amanhã de folga para focar na minha saúde mental. Espero voltar na semana que vem renovada e 100% pronta para o trabalho. Muito obrigada”

Mais do que seu e-mail, foi a resposta de seu chefe que lhe surpreendeu, ao ponto que Madalyn resolveu publicar a troca de e-mails no twitter.

“Oi, Madalyn. Eu gostaria de te agradecer pessoalmente por mandar um e-mail como este. Toda vez que você o faz, eu os uso como lembretes da importância de usar dias de folga também para a saúde mental. Eu não acredito que isso não seja uma prática comum em todas as organizações”, disse Ben Congleton, CEO de sua empresa. “Você é um exemplo para todos nós, ajudando a cortar o estigma para que seja possível para todos nós darmos 100% no trabalho”.

A prova da contundência do delicado gesto foi que seu tweet, publicando a troca de e-mails, rapidamente viralizou, passando das 30 mil curtidas em questão de horas. Nos comentários, muitos usuários parabenizando Ben, enquanto outros dividiam histórias de preconceito e exclusão por conta dessa que é uma necessidade universal: simplesmente cuidar da saúde de nossas mentes.

Se às vezes é preciso uma revolução para mudar certos hábitos ou ideias a respeito de um tema, outras vezes a revolução pode começar com o simples gesto de expor aquilo que todos sentem, mas nem sempre tem coragem de dizer.

© fotos: Twitter

TEXTO ORIGINAL DE HYPENESS

Compartilhar

RECOMENDAMOS


Psicologias do Brasil
Informações e dicas sobre Psicologia nos seus vários campos de atuação.

COMENTÁRIOS