Método Montessori para incentivar a criatividade das crianças

Por Valéria Amado

Para uma criança, a vida é uma aventura criativa, e muitas vezes elas demonstram isso através de desenhos e rabiscos que os adultos não entendem. O método Montessori sugere que antes de criticar um desenho peculiar, devemos dar o incentivo que a criança precisa para que ela siga o seu caminho com liberdade.

Daniel Goleman, no seu livro “O espírito criativo”, explica o caso de uma criança de um pouco mais de 10 anos, que comentou com a sua mãe que precisava fazer um “curta de terror” para o colégio. A mãe então comprou geleia de cereja bem vermelha e começou a sujar os armários. Em seguida, lhe entregou uma câmera e permitiu que ela usasse a sua sala como um estúdio de filmagem. Essa criança era Steven Spielberg.

É um exemplo simples do poder que os adultos têm se forem capazes de agir como facilitadores e não como “cortadores de asas”, algo que muitas vezes acontece nas escolas tradicionais, onde não se incentiva o prazer de aprender. A pressão e a busca pela perfeição sufocam a alegria, a fantasia…

 

Método Montessori, escolas divertidas que funcionam
Atualmente, perto de Milão, na Itália, existe uma pequena escola chamada “Régio-Emília”, que tem mais de 40 anos e que utiliza o método Montessori de criatividade e a teoria de Piaget sobre as mudanças evolutivas das crianças. Os resultados obtidos são simplesmente maravilhosos.

“A primeira tarefa da educação é agitar a vida, mas deixando-a livre para se desenvolver”.
-Maria Montessori-
Os professores e especialistas em educação valorizam significativamente esse centro educacional que é conhecido como “a escola divertida ou escola de brincadeiras”. Nessa escola participam crianças entre 02 e 06 anos que se beneficiam de muitas atividades. Trabalham ao ar livre com vários materiais: desenham, modelam, resolvem quebra-cabeças, visitam museus e, acima de tudo, satisfazem a curiosidade natural das crianças nesse período tão importante da sua vida.

Um aspecto essencial da escola Régio-Emília é o envolvimento dos pais. Ela foi criada após a Segunda Guerra Mundial, onde antes era um antigo cinema. As famílias sabiam muito bem o que desejavam; queriam dar ao mundo crianças livres capazes de transformar a realidade. A criatividade é, em última análise, o dom de pensar livremente enquanto se diverte, por isso, adotaram o método Montessori.

Como aplicar em casa o método Montessori de criatividade
Certamente você já foi surpreendido com um desenho estranho do seu filho ou de qualquer outra criança, que lhe mostra a sua arte com orgulho. Nosso olhar adulto, limitado e objetivo, raramente será capaz de entender porque uma pessoa tem 10 pernas (a criança dirá que está dançando) ou porque nesse desenho o pai está menor do que a mãe (talvez esteja zangado com o pai).

Devemos incentivar o sentimento de admiração e espontaneidade da criança, dessa forma qualquer coisa pode ser imaginada e realizada.
Não critique os desenhos das crianças, não ironize suas ideias loucas e nem corte as suas asas para amarrá-los ao mastro da lógica e do controle. Incentive e potencialize a sua criatividade; ela será uma arma poderosa no futuro.

Chaves para potencializar a criatividade das crianças
A primeira coisa que precisamos entender é que uma criança não é um adulto em miniatura. No entanto, são profissionais em experimentar e provar coisas diferentes, em errar e aprender com os erros, em ver o mundo através das brincadeiras. Não queremos que elas “cresçam antes do tempo”, permita que brinquem, que riam e que descubram o mundo com alegria.

Entenda que o potencial criativo é muito maior na infância. Os neurologistas dizem que as ondas cerebrais de um pré-adolescente são mais ricas em ondas teta do que um adulto. Estas ondas estão relacionadas com a capacidade de sonhar, de criar, de inovar…
Para estimular a criatividade das crianças, precisamos ser capazes de sugerir coisas sem exercer controle. É melhor incentivar pela criatividade do que pela “força”. Evite as críticas, as comparações, apontar os erros e não as qualidades, e você proporcionará para as crianças liberdade, segurança e prazer.
meninas-com-flores

Um fato curioso que notamos em todas as famílias que foram capazes de incentivar a criatividade em seus filhos desde pequenos é que descobriram, ao longo do tempo, que essas crianças tinham um talento natural para uma determinada atividade.

Tudo o que uma criança precisa é sentir-se segura, ver-se como uma pessoa livre para explorar o mundo, mas muito amada pelos seus familiares. Frases como “você não pode”, “você não sabe”, “você nunca chegará a lugar nenhum”, não são permitidas no método Montessori.

É preciso dar incentivo e energia vital que só o amor sincero e a confiança dos pais podem oferecer aos seus filhos.

TEXTO ORIGINAL DE A MENTE É MARAVILHOSA

Compartilhar
Psique em Equilíbrio
Acreditamos que o despertar da consciência é requisito para a saúde emocional. A psicoterapia auxilia a buscar em nós mesmos os potenciais encobertos e a ampliar os recursos que podemos usar para solucionar aquilo que nos incomoda. Neste processo você é o protagonista da sua história e o psicoterapeuta sua testemunha! Entre em contato: www.psiqueemequilibrio.com.br



COMENTÁRIOS