Nossa fala

A fala revela o amor que temos por nós e a importância que reconhecemos no outro. Em função disso, a comunicação exige nossa mais dedicada atenção, e a qualidade da mesma também depende, em grande medida, das habilidades de nosso interlocutor.

Cada vez que nossas palavras nos abandonam iniciam uma grande aventura. Nuvens úmidas de emoção conduzem-nas através das intempéries da atmosfera e, cada vez que uma palavra alcança a ilha da alma do interlocutor, é necessário que o solo seja receptivo.
A fertilidade do campo depende absolutamente de seu proprie-tário. Entretanto, muitos latifúndios estão abandonados por seus donos; eles partiram, sabe-se lá quando, e estão desabitados de sua alma.

Embora a palavra-semente seja potente, não só em seu conteúdo como também na forma, e que tenha sido o mais amorosamente cuidada, a finalidade da comunicação só será atingida se o interlocutor a escutar. Ouve-se com o ouvido, escuta-se com toda a alma!

Autoria: Christiane Ganzo e Denise Aerts

Fonte: fragmento do livro “Curação: a arte de bem cuidar-se, p. 168

Compartilhar
Psicologias do Brasil
Informações e dicas sobre Psicologia nos seus vários campos de atuação.



COMENTÁRIOS