Uma Vida Feita de Escolhas: Saia da Zona de Conforto

Por Emanuel Rivero

A vida é feita de escolhas. Na maioria das vezes não percebemos, mas sempre estamos escolhendo algo, até quando optamos por não escolher, escolhemos.

Deixar a janela aberta ou fechada. Lavar ou não o carro. Cursar ou não uma faculdade. O curso que eu gosto ou que dá dinheiro. Estudar ou não. Trabalhar no emprego que me traz mais satisfação ou no que paga melhor. Falar com aquele menino (a) ou não. Namorar ou ficar solteiro. Ir andando ao trabalho ou de carro. Dar bom dia ao porteiro ou passar reto. Cumprimentar uma pessoa com um beijo ou um aperto de mão. Pegar esse metrô ou o próximo. Crer em algo ou ser cético. Acordar na hora ou dormir mais 5 minutinhos. Discutir agora ou depois. Ser preconceituoso ou respeitar. Ser honesto ou passar a perna. Furar um farol vermelho ou aguardar. Resolver uma questão agora ou deixar para depois.

São muitas as escolhas que fazemos durante o dia, algumas parecem ser bem superficiais, mas que podem ter um impacto grande em sua vida. Já pensou se deixo a janela do meu quarto aberta antes de sair para o trabalho, o tempo mudar, chover muito, e alagar meu quarto, com meu notebook, videogame e televisão, com certeza isso terá um impacto em minha vida e não será dos melhores!

Escolher pode ser muito fácil ou muito difícil. Existem vezes que escolhemos algo e depois de um tempo nós arrependemos, e vezes que deixamos de escolher algo e também nos arrependemos. Parar, refletir, visualizar ambas as opções nos permitirá ter uma ideia mais clara da situação e diminuindo a chance de fazermos escolhas erradas.

Escolher é apostar em algo, é muitas vezes sair de nossa zona de conforto, e como é difícil sair desse lugar.

Nossa zona de conforto é caracterizada como uma série de comportamentos, pensamentos e ações que estamos acostumados a fazer, ou seja, não nos geram medo, ansiedade, pânico. Sair dessa zona de conforto significa desbravar uma mata que não conhecemos, velejar em um mar nunca antes velejado, não por nós.

A zona de conforto é uma lugar calmo, sem muita ação, adrenalina ou aventura, é uma realidade que dominamos, que tiramos de letra, mas que muitas vezes nos deixa estagnados, sem perspectiva de evolução, de transformação.

O ser humano é movido por novidades, por conquistas, por desafios. Desde um iphone novo que sai e move milhões de pessoas até as lojas para compra-lo até a resolução de um problema doméstico, como a pintura das paredes, ambos são motivos de orgulho para quem o realizou. Eu, por exemplo, se tivesse um iphone 20 dividiria a experiência com meus amigos, mas seria mais realizador ver meus amigos elogiando a super parede que eu pintei em casa.

Voltando, a zona de conforto, para conseguir sair dela é necessário arriscar e para arriscar precisamos de coragem. Arriscar largar nosso emprego monótono para abrir nosso negócio, arriscar fazer a faculdade que tanto sonhamos, arriscar a seguir nosso coração, a terminar aquele relacionamento de anos que nos tem feito mal, a ter aquela conversa difícil com nossos pais, a assumir responsabilidades e por ai vai.

É difícil, eu sei disso! Mas, uma coisa eu posso te garantir, é gratificante. Poder fazer algo que sua alma pede, que seu coração implora, que sua intuição manda. O resultado, pode ser positivo ou negativo, mas a sensação de arriscar, de apostar em si mesmo é maravilhosa. Quantas vezes deixamos de fazer algo que queremos muito por ter medo de arriscar?

Não estou dizendo que você deve sair arriscando em tudo, mas estou dizendo que é importante você refletir e se você estiver preparado, se dar ao direito de mudar o rumo de uma vida monótona para uma vida com mais aventura, com mais felicidade, com mais satisfação. Não aceite a infelicidade, transforme-a.

Permita-se viver a vida da melhor forma possível dentro da sua realidade, do seu contexto. Arrisque quando possível, saia da sua zona de conforte, experimente o mundo que te espera aqui fora. É maravilhoso, é emocionante, é gratificante.

Reflita sobre as coisas que você tem feito sem vontade, sem ânimo e procure perceber se há alguma outra possibilidade, algum outro caminho. Permita-se.

“A vida é feita de escolhas. Quando você dá um passo à frente, inevitavelmente alguma coisa fica para trás.” 
―Caio Fernando Abreu

FONTEMundo da Psi
Compartilhar
Psicologias do Brasil
Informações e dicas sobre Psicologia nos seus vários campos de atuação.



COMENTÁRIOS