Nós aprendemos a ser nós mesmos através dos outros. Primeiro, olhamos nos olhos das pessoas ao nosso redor, como nossos pais, e depois formamos uma ideia bastante vaga de quem somos. Com o passar dos anos, essa ideia foi se moldando melhor, em parte graças às pessoas que conhecemos em nosso caminho. Estas estão nos dando pistas que confirmam ou refutam nossa autopercepção. Nesse processo, nossa personalidade é formada.

O principal problema é que os outros se tornam mestres ceramistas que ajudam a moldar nossa auto-estima e autoconfiança, mesmo que eles não saibam como fazê-lo e, muitas vezes, nem sequer percebam isso.

Obviamente, o problema surge quando prestamos muita atenção às opiniões dos outros, quando nos importamos excessivamente com o que eles pensam de nós, de tal forma que tomamos decisões importantes motivadas apenas pelo desejo de agradar ou se encaixar.

É claro que não podemos ignorar completamente as opiniões dos outros, porque somos seres eminentemente sociais. Entretanto, quando você se importa mais com o que eles dirão do que com sua satisfação, quando você prioriza a aceitação dos outros sobre sua própria felicidade, mais cedo ou mais tarde seu caminho se distorcerá e quando você olhar em volta, verá apenas insatisfação.

É por isso que é fundamental encontrar um equilíbrio correto entre a pessoa que queremos ser e a pessoa que os outros querem que sejamos. Não é fácil, mas a estrada vale a pena.

10 grandes personagens, 10 grandes frases para sermos mais autênticos

1. Os olhos dos outros são nossas prisões, seus pensamentos, nossas gaiolas. – Virginia Woolf

A grande escritora sabia muito bem do que estava falando, especialmente porque tinha que viver em uma sociedade onde o mundo literário era dominado pelos homens. E em muitas ocasiões, o prisma através do qual os outros nos vêem, implica apenas uma visão limitada de nós mesmos, porque não há ninguém melhor do que nós para conhecer nosso potencial.

2. Eu não tenho a responsabilidade de ser como os outros esperam que eu seja. É erro deles, não é minha culpa. – Richard P. Feynman

Feynman não era um físico comum, se ele tivesse sido, talvez ele não tivesse ganho o Prêmio Nobel. É por isso que nos alerta para o perigo de pensar que, quando não cumprimos as expectativas dos outros, a culpa é nossa, sentimos que fracassamos. Às vezes esse sentimento é tão grande e enraiza-se tão profundamente que o arrastamos ao longo da vida, especialmente quando desiludimos pessoas que são importantes para nós, como nossos pais. Entretanto, não atender às expectativas dos outros não é um erro e muito menos um defeito, não devemos deixar que os outros finjam viver em nossas vidas, dando forma às nossas aspirações.

3. Expresse o que você é e diga o que sente, porque aqueles que te desprezam não contam e a quem eles te perseguem, eles não importam. – Theodor Seuss Geisel

O escritor e o caricaturista não se referiam apenas à autoconfiança, mas também ao amor e à aceitação. O amor verdadeiro não estabelece condições, é o que aceita a pessoa não apesar de seus defeitos, mas também por causa de seus defeitos. As pessoas que realmente contam em nossas vidas são aquelas que nos empurram para obter o melhor de nós mesmos, aqueles que nos encorajam e nos sustentam, não aqueles que tentam prejudicar nosso potencial.

4. Só há uma maneira de evitar críticas: não faça nada, não diga nada e não seja ninguém. – Aristóteles

O grande filósofo grego sabia que é praticamente impossível escapar da crítica, a menos que você seja tão insignificante que não desperte o interesse de ninguém. Críticas são frequentemente baseadas em inveja, então em muitos casos elas são simplesmente um sinal de que estamos no caminho certo. Portanto, antes de desmoralizar e considerar o abandono, devemos considerar se é uma crítica construtiva que nos permite melhorar ou, pelo contrário, é uma crítica que só pretende prejudicar. Nesse caso, é melhor fazer ouvidos surdos.

5. Ser você mesmo, em um mundo que está constantemente tentando te modificar, é a maior conquista. – Ralph Waldo Emerson

O escritor e filósofo que lançou as bases do transcendentalismo nos convida a sermos nós mesmos. Emerson pensava que todos nós temos um Deus interior e que deveríamos nos deixar levar mais pela intuição. Portanto, não importa o que ansiamos ou o que alcançamos, desde que nos faça felizes. O simples fato de ousar sonhar algo diferente e tentar alcançá-lo, expressando-nos com autenticidade, já é motivo suficiente para nos orgulharmos de nós mesmos.

6. A recompensa pela conformidade é que todo mundo gosta de você, exceto você. – Rita Mae Brown

Tente agradar a todos e buscar aceitação e aprovação dos outros, é o caminho mais direto para a insatisfação. Quando adotamos os sonhos dos outros, nos esquecemos dos nossos e acabamos presos em uma vida que não nos satisfaz, porque carece de entusiasmo e paixão.

7. Preocupe-se com o que as outras pessoas pensam e você sempre será seu prisioneiro. – Lao Tzu

O taoísmo exalta o poder da pessoa e, acima de tudo, sua capacidade de refletir e decidir por si. Portanto, não é surpreendente que a mão de um dos seus principais filósofos recebe este aviso: quando nos submetemos às expectativas dos outros, quando paramos de pensar por nós, estamos em suas mãos e nos tornarmos presa fácil. Lembre-se de que apenas aquilo a que damos importância pode nos prejudicar.

8. Grandes espíritos sempre encontrarão a violenta oposição de mentes medíocres. Albert Einstein.

Einstein sabia muito bem do que estava falando, sabia que desafiar o estabelecido não é fácil. As pessoas tendem a ser muito resistentes a mudanças, por isso qualquer ideia que desafia as convenções pode ser perigosa. Poucos conseguem ver além do que tentarão impedir. No entanto, lembre-se de que uma vocação não cumprida pode drenar a cor de uma vida inteira.

9. O indivíduo sempre teve que lutar para não ser aniquilado pela massa. Se você tentar, muitas vezes você se sentirá solitário e às vezes assustado. Mas nenhum preço é alto demais para o privilégio de ser o dono de si mesmo. – Friedrich Nietzsche

Ninguém disse que o caminho para a autenticidade era fácil. De fato, encontraremos muitas pessoas que nos desencorajarão e nos convidarão a seguir as regras pré-estabelecidas. Portanto, às vezes podemos nos sentir sozinhos e incompreendidos. No entanto, o presente é enorme porque implica ser dono do nosso destino, sendo capaz de decidir o que queremos fazer com a nossa vida.

10. Seu tempo é limitado, então não o desperdice vivendo a vida de outra pessoa. – Steve Jobs

Steve Jobs sabia que ele tinha câncer. Durante os anos que passou combate à doença, teve muito tempo para refletir e deixar-nos uma lição esclarecedora: o tempo que temos é muito curto, então não devemos desperdiçá-lo fazendo algo que não nos satisfaça, simplesmente porque os outros o fazem ou porque sempre foi feito dessa maneira.

Texto traduzido e adaptado de Rincon da Psicologia

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


*O conteúdo do texto acima é de responsabilidade do autor e não necessariamente retrata a opinião da página e seus editores.


Compartilhar

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




REDAÇÃO PSICOLOGIAS DO BRASIL
Os assuntos mais importantes da área- e que estão em destaque no mundo- são a base do conteúdo desenvolvido especialmente para nossos leitores.