Amy Jandrisevits faz bonecas que ajudam as crianças a não se envergonharem de serem diferentes das outras. Crianças com deficiência e condições raras são finalmente representadas.

Graças aos estereótipos que têm sido implementados na indústria de brinquedos, tais como as populares barbies loiras, esbeltas e musculosos heróis de ação, por exemplo, muitas crianças foram afetadas por essas imagens irreais, especialmente aqueles que sofrem de deficiência ou doenças que não são comuns.

Para eles é muito difícil encontrar brinquedos com os quais se sintam representados, o que gera que desde cedo eles se sintam discriminados.

Percebendo esse problema, uma mulher de Wisconsin, nos Estados Unidos, chamada Amy Jandrisevits, decidiu criar bonecas para ajudar milhares de crianças.

Foi assim que ela criou o “Uma boneca como eu”, que cria figuras de pelúcia idênticas aos seus futuros proprietários, “é a minha crença sincera de que bonecos devem se parecer com seus proprietários e eles devem estar disponíveis em todas as cores, gêneros e tipos de corpo”, disse Amy à mídia local.

Ela criou bonecos com diferentes cores de pele, com toupeiras, óculos, com albinismo, prótese, marcas de nascença e todos os tipos de malformações. Seu objetivo é fazer as crianças se sentirem incluídas e aceitas graças a esse projeto que realmente a enche de paixão.

Ela quer que as crianças entendam que o “normal” vem em todas as formas, tamanhos e cores, promove a autoconfiança e as ajuda a aceitar a aparência delas, fazendo com que elas se sintam confortáveis ​​em seus próprios corpos.


“Estou grata e empolgada por continuar costurando para que as crianças possam olhar para o doce rosto de uma boneca e se ver refletida nela”, concluiu Jandrisevits.

***

Tradução feita pela CONTI outra, do original de UPSOCL

 

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


Compartilhar

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




REDAÇÃO PSICOLOGIAS DO BRASIL
Os assuntos mais importantes da área- e que estão em destaque no mundo- são a base do conteúdo desenvolvido especialmente para nossos leitores.