Os processos do fim de um casamento são absolutamente dolorosos e isso é muito difícil para ambas as partes. Uma vez que a decisão é tomada, você entra em um estado de melancolia, a entrega não é a mesma e você passa dias sentindo falta da pessoa com quem você pensou em formar uma vida.

Além disso, quando você tem filhos, explicar para eles se torna uma tarefa difícil e encarar o desafio não é nada simples. No entanto, este momento horrível termina muito bem para as mulheres e a ciência confirmou isso.

De acordo com um estudo realizado pela Universidade de Lausanne, na Suíça, analisou 10 mil casais separados. Sua autora, Linda Charvoz, explicou que, depois de um tempo, as mulheres tendem a se concentrar em si mesmas e a analisar todas as coisas negativas que o relacionamento delas tinha.

As mulheres tornam-se mais independentes, são capazes de tomar decisões por conta própria e começam a renunciar a todo o sofrimento para se concentrar nelas. Além disso, elas conseguem tirar o melhor proveito delas, ficam felizes em ser felizes e passar a confiar em si mesmas.

Além disso, há outros estudos, como um realizado pela Universidade de Kingston, no Reino Unido, que explicou que as mulheres são mais felizes do que em seu casamento depois de cinco anos se divorciaram.

Embora se afirme que as mulheres, a princípio, têm problemas econômicos, elas tendem a ser mais felizes sem o homem que lhes causou tantos problemas, de modo que sua melhora interior é capaz de ir para o exterior.

Tradução A Soma de Todos os Afetos, via UPSOCL
Imagem de StockSnap por Pixabay

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


*O conteúdo do texto acima é de responsabilidade do autor e não necessariamente retrata a opinião da página e seus editores.


Compartilhar

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




REDAÇÃO PSICOLOGIAS DO BRASIL
Os assuntos mais importantes da área- e que estão em destaque no mundo- são a base do conteúdo desenvolvido especialmente para nossos leitores.