Por WILLIAN BINDER

Para que eles consigam moradia de graça, os estudantes precisam passar 30 horas por mês com os residentes do local. As atividades variam de ajudar no preparo de refeições, fazer compras para (ou com) os idosos e ajuda-los a mexer em computadores.

A ideia genial que atende duas necessidades ao mesmo tempo foi liderada pelo CEO Gea Sijpkes. Agora organizações do mundo inteiro, principalmente da Europa, tem adotado um modelo parecido.

A regra é uma só: passar algumas horas com os idosos do asilo

awebic-asilo-empreendedor-1
Fonte: mymodernmet.com

Eles precisam dedicar 30 horas do mês com alguma atividade da organização. Apenas uma horinha por dia…

awebic-asilo-empreendedor-2
Fonte: mymodernmet.com

“É importante não isolar os idosos do mundo exterior”, diz Gea Sijpkes, CEO da Humanitas

awebic-asilo-empreendedor-3
Fonte: mymodernmet.com

“Quando você tem 96 anos de idade e um problema no joelho, bem, o joelho não vai ficar melhor…”

awebic-asilo-empreendedor-4
Fonte: mymodernmet.com

“…então o que podemos fazer é criar um ambiente que faça você esquecer as dores no joelho”.

awebic-asilo-empreendedor-5
Fonte: mymodernmet.com

Você pode conhecer mais sobre o projeto da Humanitas através do Facebook eTwitter. Eles também têm um site: humanitas.nl.

Eu achei a iniciativa fantástica. Aliás, isso me lembrou da proposta de aprender outra língua conversando com idosos de outros países.

Fonte indicada: Awebic

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


*O conteúdo do texto acima é de responsabilidade do autor e não necessariamente retrata a opinião da página e seus editores.


Compartilhar

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




REDAÇÃO PSICOLOGIAS DO BRASIL
Os assuntos mais importantes da área- e que estão em destaque no mundo- são a base do conteúdo desenvolvido especialmente para nossos leitores.