Colecionar alguma coisa já vem de épocas antigas e é próprio de pessoas que são organizadas e muito cuidadosas. Sejam quadros, cartões postais, camisetas ou carros usados, tudo pode se transformar numa grande paixão.

Existem, por exemplo, diversos carros à venda em Pernambuco que são objeto de interesse dos colecionadores, bem como garrafas, máquinas de escrever antigas, caixinhas de fósforos ou até fotografias de paisagens. Tudo pode ser objeto de interesse para um colecionador.

Há fanáticos de futebol que colecionam camisetas de todos os times não só do seu estado, mas do país ou mesmo do mundo todo! E há quem ame colecionar os papéis de balas ou bombons, figurinhas, revistas de quadrinhos ou canetas.

A loucura saudável de quem gosta de colecionar

O fato de colecionar alguma coisa é algo que pode produzir muita felicidade e relax ao mesmo tempo. Tudo depende do colecionador e do objeto que coleciona. Há pessoas que, por exemplo, gostam de colecionar pedras que recolhem em cada destino que visitam. São pessoas que querem ter por perto uma recordação de momentos felizes que viveram nesses lugares.

Outros colecionam cartas; são pessoas muito emotivas, que precisam lembrar-se de fatos ou pessoas importantes na vida delas. Há também quem colecione álbum de figurinhas…
Tudo pode até parecer loucura, mas não uma loucura patológica e sim uma loucura em termos literários, uma loucura que faz bem. Ser um colecionador requer atenção, interesse, concentração, organização e, dependendo do objeto a ser colecionado, requer dinheiro e, em alguns casos, muito dinheiro!

Maradona, um famoso colecionador de carros

Maradona não é somente um mundialmente famoso jogador de futebol argentino, mas é famoso também pela sua exótica e extravagante coleção de carros, que vai desde um Fiat 128 até uma BMW.

Ele é, obviamente, um apaixonado pelo futebol, mas não é um segredo que uma das suas máximas paixões são os carros. Quando ele ainda era jogador do Nápoles, tinha na garagem carros impressionantes. Ao longo dos anos, a sua paixão continuou, bem como a aquisição de mais carros, cada um com historias e anedotas.

Mas os carros que a ‘mão de Deus’ usou ao longo dos anos, viraram peças de coleção para pessoas que não hesitaram em pagar fortunas para ter um carro que foi usado por ele. Assim, o seu primeiro Porsche foi vendido por 77.500 dólares em 2012. O Mercedes Benz 500 SLC vermelho que recebei de presente dos torcedores do time Argentinos Juniors, foi vendido como peça de coleção por 50 mil dólares, no ano 2011.

Um carro Ferrari F355 Spider vermelho que ele ganhou quando voltou a jogar na Argentina, no time do Boca Juniors no ano 1995, foi leiloado em 2005 por 670 mil dólares.

Quando falamos em coleção de carros, também outros jogadores de futebol famosos compartilham essa paixão: Cristiano Ronaldo é outro que ama os carros tanto como o futebol.

Mas, por que motivo as pessoas colecionam coisas?

Existem coleções que não possuem valor econômico, mas são absolutamente emocionais, pois oferecem ao colecionador a possibilidade de lembrar fatos vividos ou pessoas com as que compartilharam sentimentos.

Há coleções que acalmam a ansiedade e proporcionam segurança e há outras coleções que servem somente para colecionar algo que depois será vendido como um todo, obtendo o, colecionador um importante beneficio econômico.

Contudo, existem colecionadores que podem adoecer seriamente. Por que motivo? Porque começam colecionando um determinado objeto e, com o passar do tempo, a única obsessão é conseguir aumentar a coleção de qualquer jeito.

Um colecionador de carros usados é, com certeza, uma pessoa que tem um determinado poder econômico que lhe permite adquirir os veículos desejados, seja pela marca, pelo modelo ou por que famoso foi o proprietário.

A mente de um colecionador de carros funciona igual a qualquer colecionador: é um apaixonado pelo objeto que coleciona. A característica principal, semelhante ao colecionador de obras de arte, é o poder econômico, que permite a compra do objeto do desejo.

RECOMENDAMOS






Informações e dicas sobre Psicologia nos seus vários campos de atuação.