O ato de apostar é um dos hobbys mais praticados no mundo hoje. É natural que muitas pessoas encontrem no ato de apostar uma via fácil para ganhar um dinheiro extra e, além disso, acompanhar jogos e eventos esportivos, como partidas de futebol, corridas de cavalo e jogos de basquete. No entanto, o ato de apostas pode ser um dos vícios humanos mais traiçoeiros, pois apresenta a ilusão de dinheiro fácil.

Há quem diga que as apostas esportivas escondem um cenário quase sempre ruim para o apostador, especialmente no que diz respeito aos jogos praticados em cassinos, por exemplo. As probabilidades estão sempre a favor da casa em jogos como pôquer e blackjack. O jogo é uma indústria de sucesso porque a casa sempre ganha. Mas você pode ter uma sorte diferente acessando o portal ApostasEsportivas24.net.

O vício em jogos de azar pode ocorrer quando uma pessoa sente que está com problemas financeiros e, mesmo assim, continua apostado o pouco que tem para tentar resolver o seu problema. Em quase todos os cenários nos quais isso aconteceu, o jogador se vê inserido em um ciclo com extrema dificuldade para recuperar seu dinheiro e, de quebra, segue ainda mais endividado.

Outro tipo de dependência do jogo ocorre quando um jogador faz apostas arriscadas para experimentar sensações de adrenalina, mesmo ciente de aquela aposta dificilmente será vencida.

Muitos fatores podem contribuir para que um apostador comum se torne um viciado, incluindo desespero por dinheiro, o desejo de experimentar emoções fortes, o status social associado a ser um apostador de sucesso e a atmosfera que envolve o ato de jogar.

Infelizmente, depois que o vício em apostar se consolida, é difícil quebrar o ciclo. Vícios graves podem ocorrer quando alguém se sente desesperado financeiramente e quer recuperar o que perdeu.

Como acontece com qualquer outro vício, o sinal característico de um problema é que você sente que não pode parar. É um misto de ansiedade e necessidade de tentar mais uma vez. Essa é uma sensação característica de quem está perdendo o controle no ato de apostar.

O jogo em excesso pode causar uma série de sintomas emocionais, incluindo ansiedade, depressão e até mesmo pensamentos e tendências suicidas. Em situações extremas, esses pensamentos podem levar o jogador a realmente tentar acabar com sua vida.

É importante estar atento aos sinais que o jogo em excesso pode estar apresentando em você ou em alguém que esteja próximo. Se você se sentir ansioso ou como se não devesse parar ainda, é provável que sofra do vício. É importante dialogar com pessoas de confiança e procurar ajuda de especialistas no assunto, como psicólogos e analistas.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


Compartilhar

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




REDAÇÃO PSICOLOGIAS DO BRASIL
Os assuntos mais importantes da área- e que estão em destaque no mundo- são a base do conteúdo desenvolvido especialmente para nossos leitores.