Por Natália Geraldo

Criar uma menina confiante e que consiga viver plenamente suas experiências em um mundo nem sempre justo com as mulheres requer uma boa dose de sinceridade entre mãe e filha.

Em um relato inspirador, a cantora norte-americana Pink contou à revista Cosmopolitan quais são as lições que transmite para sua filha Willow para que ela cresça valorizando a si mesma, sem deixar de lado a empatia e os reais sentimentos que ela tem.

Lições para criar uma menina confiante

Meninos têm que merecer você

“Eles precisam ser gentis, respeitosos. Eles precisam ser cavelheiros e bons com as mães deles”.

Na fala de Pink, fica claro que criar um mundo mais seguro e feliz para as meninas também depende da criação dos meninos.

Seja educada

A confiança e a polidez no tratamento com os outros, mais do que abrir portas ou gerar oportunidades, produz empatia: e esse é um sentimento que todos querem ter para fazer a vida de meninas e meninos mais leve.

“Saiba exatamente o que você está fazendo”, pondera Pink.

Não tenha medo de ser estranha

“É muito chato ser normal”, diz a cantora. Assumir-se como uma “pessoa estranha” derruba preconceitos e dá a liberdade de sermos nós mesmos. Uma postura e tanto para uma menina que não se prende a padrões ou a valores antiquados.

Não há sucesso sem fracasso

“Quando ela achar o que ela gosta de fazer, eu irei apoiá-la não importa o que for”.

Este é o conselho da cantora: apostar, correr riscos e descobrir o que nos faz bem é o segredo do sucesso.

Não diga coisas maldosas

“Nós não dizemos coisas ruins e não dizemos coisas que não queremos dizer”, conta Pink.

O conselho é uma boa forma de solucionar problemas, seja de relacionamento, profissional ou com nós mesmos.

Lembre que palavras são poderosas

“Eu me vigio sobre como eu falo próximo a ela”, diz Pink. O que desejamos, o que falamos e o que criticamos tem um efeito poderoso em nossas vidas. É importante direcionar as palavras para sentimentos construtivos e do bem.

Seja verdadeira com você mesma

Fingir uma personalidade, um sentimento ou se colocar em uma situação de mentiras compromete, e muito, o desenvolvimento de uma menina. “Eu quero que ela fale a verdade dela”, finaliza a cantora.

TEXTO ORIGINAL DE VIX

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


*O conteúdo do texto acima é de responsabilidade do autor e não necessariamente retrata a opinião da página e seus editores.


Compartilhar

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Psicologias do Brasil
Informações e dicas sobre Psicologia nos seus vários campos de atuação.