Por Lucas Alencar para a Revista Galileu

O senhor e a senhora Kuroki viviam uma vida animada e feliz numa região rural do Japão. Tocavam uma pequena fazenda, viram crescer seus dois filhos e tinham o sonho de viajar por todo o Japão quando se aposentassem, mas uma tragédia abalou a vida pacata do casal. Por causa do diabetes, a senhora Kuroki perdeu completamente a visão e mergulhou em uma depressão profunda, mal levantando da cama.

O marido tentou tirá-la de casa de todo jeito, mas nada nunca era suficiente para animá-la a dar uma voltinha. Amargurado com a situação, o senhor Kuroki teve uma ideia: criar um enorme jardim onde a esposa poderia desfrutar do cheiro das flores que tanto adorava e se animar a continuar a vida de onde parou. Depois de dois anos e de milhares de flores, o senhor Kuroki apresentou a criação à esposa, que hoje caminha diariamente durante a manhã a tarde pelo jardim e até ajuda o esposo em algumas tarefas simples.

Confira abaixo as fotos do jardim, que até recebe visitantes que pagam para conhecer a propriedade do casal:

 

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


*O conteúdo do texto acima é de responsabilidade do autor e não necessariamente retrata a opinião da página e seus editores.


Compartilhar

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Psicologias do Brasil
Informações e dicas sobre Psicologia nos seus vários campos de atuação.