Talvez já tenhas ouvido dizer que ter um gato como animal de estimação é altamente benéfico para a nossa saúde, já que estes emitem vibrações entre 20 e 140 Hz, que, de acordo com vários estudos, têm propriedades terapêuticas para os humanos.

E talvez seja mesmo verdade, já que o pequeno Michu, um gatinho de 7 meses que foi adotado depois de ter sido confundido com o gato da família, acabou por se tornar viral nas redes sociais após ter sido partilhado um vídeo deste a acariciar a cabeça da sua dona, Maria Eliana Leiva, uma idosa de 80 anos, a quem tinha sido acabado de ser diagnosticado demência.

No vídeo podemos ver o pequeno animal a lamber e a segurar a cabeça de Maria como se tentasse ajudá-la e curá-la da sua doença.

Aliás, quem partilhou o momento foi Karen Urzúa González, neta de Maria, que, achando estranho o seu comportamento, decidiu pedir ajuda num grupo do Facebook dedicado a gatos para tentar perceber o que o felino estava a fazer.

Nos diversos comentários de usuários e donos de gatos, muitos responderam que, na realidade, a única explicação para o comportamento do bichano era que este apenas a queria tentar ajudar.

Por muito que digam que os animais não têm sentimentos e não são racionais, muitas são as histórias que nos provam o contrário e esta é uma delas ❤️

Fonte: UPSOCL. Via Sabias Palavras.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


*O conteúdo do texto acima é de responsabilidade do autor e não necessariamente retrata a opinião da página e seus editores.


Compartilhar

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




REDAÇÃO PSICOLOGIAS DO BRASIL
Os assuntos mais importantes da área- e que estão em destaque no mundo- são a base do conteúdo desenvolvido especialmente para nossos leitores.