Mirelle Bueno é Mãe de Santo e mora em de Pirassununga (SP), ela tem feito videos para desmistificar mitos que cercam a Umbanda dentro e fora da família. Ela criou o canal Exú Não é Diabo depois que seu irmão proibiu seu sobrinho de frequentar o terreiro dela. Mirelle já tinha vivido um episódio de intolerância religiosa. Mas sua resposta à mulher que passou óleo ungido no seu terreiro com uma carta de agradecimento.

O irmão de Mirelle não gostou de saber do interesse do filho pela Umbanda. O adolescente de 16 anos foi proibido de frequentar o terreiro e pediu para Mirelle se afastar do sobrinho, senão ele destruiria o terreiro dela. O que foi pena: Mirelle e o sobrinho tinham uma boa relação.

“Foi uma surpresa ele querer entrar no terreiro. Fiquei orgulhosa e achei que todo mundo ficaria por causa do senso de responsabilidade que o terreiro dá. Ele começou a frequentar, e a gente se aproximou muito”, contou Mirelle em entrevista ao Razões para Acreditar.

Ela reconhece que a falta de informação é central no preconceito do irmão. Inclusive, a Mãe de Santo se considera responsável pela situação, pois considera não ter demonstrado dentro da família o quanto a Umbanda fez dela uma pessoa melhor. Dessa necessidade que nasceu o canal no youtube Exú não é Diabo.

“Fiquei pensando numa forma efetiva de combater o preconceito. Concluí que nunca falei com a minha família sobre a religião. Eles só não gostam porque não conhecem, e eu sei que um monte de gente não gosta porque acha que é do jeito que os outros falam”, conta Mirelle.

“Eu quero que todo mundo veja a Umbanda do jeito bonito que ela é: de caridade, amor, humildade. Se todo mundo dissesse ‘olha, não conheço, mas se faz bem a você, tá bom’, o mundo seria um lugar melhor.”

A intolerância religiosa é um tema importante para os psicólogos, pois é motivo de diversos conflitos interpessoais. É importante na prepação do psicoterapeuta que ele tenha conhecimento sobre as religiões e as religiosidades, para dessa forma poder atuar de forma a mediar conflitos e propor saídas assertivas para eventuais crises que possam surgir.

Com informações de Razões para Acreditar

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


*O conteúdo do texto acima é de responsabilidade do autor e não necessariamente retrata a opinião da página e seus editores.


Compartilhar

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




REDAÇÃO PSICOLOGIAS DO BRASIL
Os assuntos mais importantes da área- e que estão em destaque no mundo- são a base do conteúdo desenvolvido especialmente para nossos leitores.