Quem é pai ou mãe sabe da responsabilidade que significa cuidar de um filho, mas isso não quer dizer que todos vejam a maternidade e a paternidade como algo prazeroso sendo que há até quem prefira manter as crianças longe em determinados tipos de eventos.

Foi o que aconteceu com um casamento controverso em que os noivos pediram explicitamente aos convidados para comparecerem sem crianças. Embora possa parecer um pouco cruel, devido ao fato de separar as famílias dos seus pequenos, também é possível entender a posição de que é o casamento deles e eles decidem como fazê-lo.

No entanto, houve uma convidada que causou um conflito porque, mesmo sabendo das condições para ir à cerimônia, ainda assim decidiu comparecer com o filho. Este caso gerou um problema e uma discussão na rede social Reddit, onde a usuária chamada Baby Wedding Throwaway contou sua história.

“Meu primo mora a 6 horas de carro de mim e do resto da nossa família. Alguns meses atrás, todos nós fomos lá de carro para o casamento dele. Devido ao espaço limitado, nenhuma criança foi convidada para o casamento, exceto os jovens sobrinhos e sobrinhas da noiva. Meu bebê tinha 10 meses na época e não me senti confortável em deixá-lo em um lugar desconhecido com uma estranha, que era uma babá que meus outros primos contrataram para seus próprios filhos“, contou ela.

“Então decidi levá-lo no casamento. Escrevi na resposta ao convite que o levaria, mas ele estaria sentado no meu colo e eu levaria minha própria comida. Meu primo não disse nada, então presumi que ele concordasse. Meu bebê chorou na cerimônia, mas rapidamente o tirei do lugar. Na recepção eu estive com ele o tempo todo. Ele não fez muito barulho e eu achei que estava tudo bem”, acrescentou.

No entanto, embora ela acreditasse que o comportamento do filho não era muito incômodo, para os noivos no casamento acabou sendo desconfortável.

“Depois do casamento, minha tia (a mãe do noivo) me confrontou e disse que eu tinha sido mal-educada por trazer meu bebê sem permissão. Expliquei que escrevi na resposta ao convite o que planejava fazer, mas meu primo não se opôs. Ela disse que meu primo e a sua noiva tiveram um problema com isso, mas a namorada não queria começar nenhum drama porque ela não me conhece bem.”

“O bebê do meu outro primo tinha 7 meses na época e minha tia disse que não tinha nenhum problema em deixar o bebê com a babá ‘certificada’ e que eu deveria ter feito o mesmo. E alguns dos meus primos ficaram chateados porque acharam que o noivo me deu um tratamento especial ao me deixar levar meu bebê e fazê-los deixar seus filhos com uma babá. Eu não queria começar nenhum drama. Eu estou errada?”, explicou.

Essa situação gerou opiniões divididas, pois, alguns afirmaram que foi ousadia da parte dela levar o filho, outros responderam que o motivo pelo qual não queriam filhos era por causa do espaço e que nesse caso ela tomou conta tanto da alimentação quanto da das necessidades da criança. Embora outros tenham sugerido que também havia a opção de ficar em casa.

***

Traduzido e adaptado do original: upsocl

RECOMENDAMOS






Informações e dicas sobre Psicologia nos seus vários campos de atuação.