Esta frase foi utilizada pelo Instituto Nacional do Câncer(INCA) na campanha de combate ao fumo no dia 29 de agosto de 2016. Se não fumar é uma conquista, parar de fumar é um desafio. E quem não gosta de sentir a sensação prazerosa de uma conquista?

O desafio de parar de fumar vem de uma decisão que só você pode fazer. Todo desafio exige esforço, compromisso e dedicação, por isso é tão importante o momento da decisão, ou seja, você precisa estar disposto a vivenciar cada parte do mesmo.

Alguns motivos podem promover a sua decisão como:

Você está preocupado em ter uma doença relacionada ao tabagismo? Você acredita nos benefícios do abandono do cigarro para a sua saúde? Você conhece alguém que teve problemas de saúde por ser fumante? Você se preocupa com alguém importante que está perto de você que acaba sendo um fumante passivo?

Você pode avaliar e eleger esses e outros motivos para tomar a sua decisão.

O desafio começa com a Tomada de Decisão, pois nesse passo existe um forte sentimento de ambivalência que ocorre em qualquer decisão importante da vida. Portanto, sentir-se ambivalente na suspensão do tabaco é natural e já é um passo importante no seu desafio, pois existem alguns fumantes que ainda não se sentem assim. O sentimento de ambivalência leva você a avaliar os benefícios e malefícios da sua escolha e te levar à ação. Se você acreditar que os benefícios em parar de fumar são melhores e maiores, você estará mais forte para vivenciar os desconfortos e a enfrentar o desafio.

Um dos desconfortos mais temidos pelos fumantes são os sintomas de abstinência causados pela suspensão da nicotina, que é a substância responsável por causar o quadro de dependência.

Um dos primeiros sintomas é a fissura, que se revela por um desejo intenso de fumar que ocorre nos primeiros dias e pode levar você a desistir do seu desafio. Mas ela dura, no máximo, cinco minutos e tende a reduzir a frequência e a intensidade após a primeira semana. Então, não desista. Além da fissura você pode sentir ansiedade, tristeza, irritabilidade, cansaço, diminuição da atenção, dor de cabeça, insônia, dormência nos braços ou pernas. Um profissional habilitado pode ajudar você a passar por essa parte do desafio.

Fumar é um comportamento carregado de significados, por exemplo:

RELAXAMENTO – fuma quando está estressado ou tenso;
COMPANHEIRO – fuma quando se sente sozinho;
CRIATIVIDADE – fuma quando está trabalhando para se sentir mais criativo;
DIVERSÃO – fuma quando se diverte significando uma extensão do prazer.

Que significado o ato de fumar tem para você? Esses significados podem ser desconstruídos durante o seu processo de mudança. Quando alguém se lança em um desafio e o segue passo-a-passo pode ir descobrindo o quanto é capaz de proporcionar mudanças para si, pois a vida é cheia de possibilidades e oferece uma abertura para novos significados, valores e sentidos.

Alguns comportamentos são frequentemente associados ao ato de fumar, por exemplo, fumar ao telefone, após as refeições, após o cafezinho. É importante ter a consciência de quais são as suas associações e evitar fumar nesses momentos. Você já reduzirá vários cigarros ao longo do seu dia.

Você pode até pensar que não consegue ficar sem o cigarro, mas ao vencer cada parte do desafio das mais simples às mais complexas você poderá sentir a sensação de recompensa da sua conquista. É uma sensação de prazer construtiva e saudável que traz uma vontade de continuar o desafio para senti-la novamente.

Se você se sente motivado para tomar a sua decisão não hesite em buscar ajuda.

Texto original de Oficina da Psicologia

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


*O conteúdo do texto acima é de responsabilidade do autor e não necessariamente retrata a opinião da página e seus editores.


Compartilhar

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Psicologias do Brasil
Informações e dicas sobre Psicologia nos seus vários campos de atuação.