Por Larissa Nascimento para a Obvious

Ah! O amor, sempre tão difícil e ao mesmo tempo tão doce, agimos com ele como se fosse banal, como se pudéssemos encontra-lo em qualquer esquina, engana-se quem pensa que ele aparece e faz morada em qualquer barraco por aí, o amor precisa de muito mais que uma troca de olhares para acontecer, por este motivo podemos afirmar que o amor à primeira vista não existe, o amor só pode ser confirmado com o tempo.

O ‘‘amor romântico’’ não é formado apenas de carícias e afetos, para se construir um amor sólido, primeiro você precisa ter muita paciência, e ter a consciência de que o caminho não é nada curto, na verdade é como um jogo de azar, todo mundo acha que tem uma receitinha de bolo, ou melhor dizendo, podemos citar algumas ações que dizem por aí que são fundamentais pra manter a harmonia entre o casal, tais como: ser gentil, carinhoso, romântico, atencioso, compreensivo e entre outras.

Me desculpe por revelar esse segredo, mas um relacionamento a dois é muito mais complexo que isso, suas ações do dia podem gerar alguns pontos nesse jogo, é importante ressaltar que os pontos podem ser positivos ou negativos, é como construir e desconstruir um muro, o segredo é viver um dia por vez, amanhã você acrescenta um tijolo e na outra manhã você pode já ter destruído parte do muro.

Um dia você pode ser a pessoa mais amada no mundo e no outro ser odiado por estar ausente e com o celular descarregado pra completar, a maior dificuldade dos casais na atualidade é a falta de compressão, porque não temos o hábito de nos pôr no lugar do outro, e nessa disputa de quem é mais frio, a gente mal percebe que aos poucos seguimos rumos diferentes. Amar alguém é saber que haverão muitas falhas, haverá medo, insegurança e se mesmo assim você tiver a certeza de que pode conviver com todos esses defeitos, pode acreditar que o amor nasceu, e de fato ele pode suportar tudo, desde que haja reciprocidade.

 

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


*O conteúdo do texto acima é de responsabilidade do autor e não necessariamente retrata a opinião da página e seus editores.


Compartilhar

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Psicologias do Brasil
Informações e dicas sobre Psicologia nos seus vários campos de atuação.