Embora muitas pessoas digam que apanharam e que não tiveram sequelas. Ou, até mesmo, que umas boas “palmadas” são boas para educação das crianças, atualmente esse tipo de “método educativo” não é aceito pelos especialistas. No Brasil, inclusive, é proibido por lei.

“De acordo com um artigo publicado em 2016, a sociedade considera que espancamento e leves pancadas corretivas têm natureza bastante distintas, mas um estudo realizado por 50 anos em parceria entre a Universidade do Texas e a Universidade de Michigan apontou inúmeros efeitos negativos em ambos os casos, como baixa estima e má gestão emocional, diferenciando-se apenas no grau. Apesar disso, uma pesquisa de 2021, realizada pelo instituto IPSOS, mostrou que 62% dos brasileiros ainda toleram a prática de bater em crianças como forma de correção.” por Renato Noguera, par ao site Lunetas

Transtornos Mentais

De acordo com o estudo longitudinal da Universidade do Texas e a Universidade de Michigan que mencionamos acima, castigo físico e agressão como forma de educar as crianças devem ser incluídos na categoria de abuso físico e emocional, pois os danos são similares aos de outras experiências adversas na infância.

Segundo os pesquisadores, as crianças que apanham têm mais chances de se tornar um adulto depressivo, tentar tirar a própria vida e abusar do consumo de álcool e drogas ilícitas. Além disso, podem confundir amor com violência.

A pesquisa analisou o perfil de 8,3 mil adultos, com idade entre 19 e 97 anos. Os entrevistados preencheram questionários falando sobre as experiências negativas que tiveram na infância e os problemas de saúde física e mental que enfrentavam na vida adulta.

Esse estudo mostrou que aqueles que relataram exposição a palmadas na infância tiveram maiores probabilidades de depressão e outros problemas de saúde mental.

Um dos objetivos dessa pesquisa é categorizar as palmadas como agressões que causam danos intensos para o desenvolvimento e o modo como a criança vai encarar e vivenciar o mundo.

Esperamos que essa descoberta “abra os olhos” dos pais paras as consequências negativas das palmadas e de qualquer outro tipo de castigo físico.

***

Com informações de Melhor com Saúde e Lunetas

RECOMENDAMOS






Informações e dicas sobre Psicologia nos seus vários campos de atuação.