Por Kristen Lee Ed.D para o Psychology Today

A American Psychological Association relata que muitas vezes não reconhecemos nossas vulnerabilidades a problemas de estresse até que comecem a aparecer sintomas na saúde física. Isso está de acordo com o sombrio relato da Organização Mundial da Saúde de que, até 2030, as doenças relacionadas ao estresse irão superar as doenças transmissíveis.

Embora não possamos necessariamente controlar totalmente as pressões de nossas demandas modernas ou evitar os sofrimentos da vida, há uma ampla gama de atividades apoiadas pela ciência que podemos realizar como formas de proteger e elevar nossa saúde mental:

1.Busque terapia.

Ter um terapeuta confiável e licenciado com experiência em modalidades baseadas em evidências, como o tratamento cognitivo-comportamental, vale ouro. Você pode encontrar um terapeuta que atenda às suas necessidades específicas por meio do seu médico pedindo um encaminhamento.

2. Faça parte de uma comunidade.

O isolamento pode corroer rapidamente a saúde mental. A solidão está sendo chamada de “o novo tabagismo” – o risco à saúde de nossa vida moderna, onde estamos mais conectados e desconectados do que nunca. Os relacionamentos proporcionam proteção crítica contra a solidão e promovem um sentimento de pertencimento. Encontrar pessoas com as quais você possa compartilhar sua vida ajuda a reduzir a insegurança e a fornecer o suporte necessário para navegar pelas alegrias e complexidades dos dias.

3. Defina limites.

Você não pode dizer sim a tudo e ainda ter tempo para fazer da saúde mental uma prioridade. Decida o que é mais importante e, em seguida, tome a decisão de delegar, renegociar ou alterar suas responsabilidades. A saúde mental pode rapidamente ser danificada diante de muitas tarefas.

4. Envolva-se em viver com consciência.

Atividades de atenção plena, como meditação, respiração profunda e ioga, têm sido associadas à elevada química cerebral e a níveis mais baixos de cortisol. Pesquisas mostram que, quando trabalhamos para permanecer no momento presente e evitar as armadilhas insensatas do excesso de trabalho, ficarmos ruminando sobre o passado ou trancados em ansiedade antecipatória sobre o futuro, é mais provável prosperar.

5. Rompa com o perfeccionismo.

Pesquisas mostram que o perfeccionismo pode rapidamente se transformar em esforços que se tornam insalubres. Embora a busca de objetivos rigorosos possa ser saudável e levar a resultados positivos, esperar a perfeição e sustentar um cronograma desumano no longo prazo pode nos deixar em maior risco de problemas de saúde mental.

6. Faça intervalos diários.

Esculpir pequenos pedaços de tempo onde você está focado em fazer algo que renove sua mente, corpo e alma. Pode ser meditar no carro, caminhadas rápidas, respiração profunda – qualquer coisa que lhe proporcione descanso e impulso ao longo do caminho.

7. Pratique o autocuidado.

A prevenção é menos dispendiosa do que o reparo. Pesquisas mostram que tomar o tempo para manter os princípios da medicina do estilo de vida, como sono, nutrição e exercícios adequados, fornece o tipo de sustentação que nos ajuda a regenerar.

8. Encontre sua diversão, o que te faz rir.

O humor é citado como um fator protetor significativo que contribui para a resiliência. Quando levamos a vida muito a sério, podemos nos tornar cínicos, cansados e hipercríticos. Ter tempo para ser brincalhão e bobo pode ajudar a quebrar as tensões que possuem um efeito cumulativo negativo sobre o nosso bem-estar.

9. Evite o consumismo.

A promessa de terapia de varejo, estar na moda ou ter status pode nos levar a gastar dinheiro em coisas que não precisamos. Pesquisas mostram que quando nos afastamos da “vida útil” para a “boa vida” – uma que se concentra em gastar nosso tempo e dinheiro em coisas duradouras, como relacionamentos e legado, estaremos mais inclinados a prosperar.

Sua saúde mental é tudo. É mais importante do que suas notas, seu trabalho, seu status, curtidas em seu feed e outras métricas de sucesso. Como a Organização Mundial de Saúde afirma, não há saúde sem isso. Como você vai proteger a sua?

TEXTO TRADUZIDO E ADAPTADO DE PSYCHOLOGY TODAY

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


*O conteúdo do texto acima é de responsabilidade do autor e não necessariamente retrata a opinião da página e seus editores.


Compartilhar

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




REDAÇÃO PSICOLOGIAS DO BRASIL
Os assuntos mais importantes da área- e que estão em destaque no mundo- são a base do conteúdo desenvolvido especialmente para nossos leitores.